Últimas Notícias > Colunistas > Osmar Terra: Climatempo já previa inverno atípico no Norte

Remadoras do Brasil são flagradas em exame antidoping e estão fora do Pan

Kissya Cataldo (foto) foi uma das afastadas. (Foto: AFP)

Duas remadoras brasileiras convocadas para representar o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (Canadá) foram flagradas em exames antidoping realizados durante as seletivas nacionais, em resultados apresentados nesta semana. Nayara Furtado e Kissya Cataldo, assim, estão fora da competição.

Uma terceira competidora, que não participaria do torneio e cujo nome não foi revelado pela Confederação Brasileira de Remo, também foi pega. Afastadas preventivamente, as atletas ainda poderão pedir a contraprova e apresentar defesas.

O que ingeriram

Kissya, de 33 anos, compete no skiff simples. Se for confirmado o caso, ela será reincidente, já ficou fora dos Jogos Olímpicos de Londres-2012 por ter ingerido a substância eritropoietina. Na ocasião, ela foi suspensa por dois anos pela Agência Mundial Antidoping.

Desta fez, o flagra foi por uso de um diurético, o que não daria ganha de performance. A defesa alega que as substâncias seriam vestígios de um complemento alimentar. Ela já passou por contraprova, mas o resultado ainda não foi divulgado.

Já em relação a Nayara, a alegação da defesa é que a substância encontrada teria sido usada no tratamento de uma cirurgia. As duas competiriam no double skiff e serão substituídas por atletas que já fazem parte da equipe.

Inicialmente com sete atletas convocadas para a equipe de remo, o Brasil disputará a competição com apenas cinco. Uma nova convocação está descartada. (Globo.com e SporTV)

Deixe seu comentário: