Últimas Notícias > Notícias > Brasil > São Paulo sanciona lei que pune discriminação religiosa



Resgate em Brumadinho chega ao centésimo dia

Agora, 249 mortes foram contabilizadas. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros MG)

As buscam por vítimas da tragédia de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte ainda não chegaram ao fim. Neste sábado (4), o resgate chega no seu centésimo dia. Até o momento, 253 mortes foram confirmadas e 35 pessoas continuam desaparecidas.

As buscas têm contado com cães farejadores, drones e aeronaves. Segundo o Corpo de Bombeiros, os trabalhos seguem diariamente, das 6h às 23h. A operação só será encerrada quando todas as vítimas forem encontradas ou quando houver mais condições biológicas de buscas.

No dia 25 de janeiro deste ano, a barragem 1 da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte se rompeu. A lama destruiu plantações, casas e os rejeitos de minério devastaram a área administrativa da Vale. O rio Paraopeba, um dos afluentes do São Francisco, foi contaminado, e a captação de água está interrompida desde o rompimento.

 

 

Deixe seu comentário: