Últimas Notícias > Notícias > Mundo > Bolívia, o país que mais mata mulheres na região

Rio Grande do Sul se candidata a projeto que prevê investimento de US$2 milhões para o Brasil

(Foto: Reprodução)

O governo do estado deu o primeiro passo para fazer parte de uma parceria internacional que prevê investimentos de US$2 milhões no Brasil. A iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) através do Fundo Fiduciário de Segurança Humana, busca fortalecer as ações de prevenção à violência juvenil. A proposta integra a agenda do organismo dentro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) a serem implementados por diferentes países até 2030.

No Brasil, o Fundo está sob a coordenação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), com a participação de organismos internacionais como Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e ONU-Mulheres, instituições que estão liderando a parceria juntamente com a ONU. “Fomos convidados a participar diante da nossa experiência nos chamados Círculos da Paz, ações que buscam estimular a prevenção e a cultura da não violência”, afirma a secretária de Planejamento, Leany Lemos. Ela também observa que o trabalho preventivo junto aos jovens e demais populações mais vulneráveis à criminalidade é um dos eixos de atuação do programa RS Seguro, lançado pelo governo gaúcho há quatro meses.

Além do Rio Grande do Sul, a prefeitura de Salvador (BA) manifestou interesse em receber parte dos investimentos.

Deixe seu comentário: