Últimas Notícias > Notícias > Brasil > O preço da gasolina bateu recorde e chegou ao maior valor em dez anos

Ronaldo Nogueira participa do Pampa Debates desta sexta-feira (13) que, em edição especial, leva aos telespectadores as repercussões e o novo cenário de otimismo, resultante da implantação da Nova Lei Trabalhista

Paulo Sérgio Pinto e o ministro Ronaldo Nogueira. (Foto: banco de dados/O Sul)

Nesta sexta-feira (13), a Nova Lei Trabalhista nº 13.467/2017 ganha amplo debate em Porto Alegre, numa reiteração às ações que desencadearam durante o último mês, no Rio Grande do Sul, as chamadas Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho, encabeçadas pelo ex-ministro do Trabalho e deputado federal Ronaldo Nogueira. Ele vem percorrendo o País a fim de esclarecer dúvidas sobre a reforma trabalhista, de sua autoria, e que completa um ano de implantação nesta sexta-feira (13).

Ao celebrar a data, Ronaldo Nogueira aborda detalhadamente a lei e sua repercussão no cenário nacional, através de sua participação especial em mais uma edição do tradicional programa Pampa Debates, que a TV Pampa leva ao ar às 17h50min, com uma hora de duração, sob a liderança de Paulo Sérgio Pinto. Ao lado de Ronaldo Nogueira, o Pampa Debates desta sexta-feira (13) conta também com a presença do desembargador do Trabalho,  e vice-presidente do TRT no Rio Grande do Norte, Bento Herculano Neto.

Além das questões ligadas à Nova Lei Trabalhista, o ex-ministro antecipa sua atividade à frente da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público. Como presidente desta pasta ele detalha no programa os passos que estão sendo dados para transformação e modernização da legislação federal, tal qual ocorreu com a reforma trabalhista, para que o Estado Brasileiro “se relacione melhor com o cidadão, que paga impostos e precisa de mais entrega, mais retribuição, e o Estado tem sido ineficaz neste item”. Ronaldo Nogueira diz que em torno de 120 dias o País deverá ser surpreendido com estas mudanças, que ele credita possam somar pontos positivos à realidade que o País vivencia. (Clarisse Ledur)

Deixe seu comentário: