Home > Notícias > Brasil > Bombeiros resgatam cadelinha que ficou presa entre as paredes de duas casas; ela passa bem

Sambista Arlindo Cruz continua internado em estado grave após AVC

Sambista está internado desde sexta (17), quando sofreu um AVC hemorrágico em casa. (Foto: Reprodução)

O cantor Arlindo Cruz, que sofreu nessa sexta-feira (17) um AVC (acidente vascular cerebral) hemorrágico, permanece internado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) da Casa de Saúde São José, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Na noite passada, ele foi submetido a um procedimento cirúrgico, para a instalação de um cateter cerebral com objetivo de monitorar sua pressão intracraniana. Segundo a assessoria de imprensa do cantor, o procedimento foi realizado com sucesso e o quadro dele é grave, porém estável.

O sambista, de 58 anos, passou mal em sua casa e foi levado por uma ambulância do Corpo de Bombeiro para a Coordenação de Emergência Regional da Barra da Tijuca. Através de exame de tomografia computadorizada cerebral, a equipe médica diagnosticou o AVC hemorrágico e após o quadro ter sido estabilizado o cantor foi transferido para a Casa de Saúde São José.

Compositor e cantor de samba, o carioca Arlindo Cruz começou a trabalhar profissionalmente como músico ainda adolescente, tocando cavaquinho e violão. Integrou por 12 anos o grupo Fundo de Quintal, do qual se desligou em 1993 para iniciar uma carreira solo.

Autor de sambas-enredo de sua escola de coração, o Império Serrano, e de outras agremiações, Arlindo Cruz tem, além de seus próprios discos, composições gravadas por intérpretes como Zeca Pagodinho e Beth Carvalho.

Recuperação

Enquanto o cantor e compositor permanece internado, amigos e familiares fazem uma corrente de orações para que o artista se restabeleça prontamente.

“Meu pai está se recuperando bem. O estado é grave, mas tem evoluído. Já consegue mexer os pés e as mãos. Ele não está falando porque está sedado. Mas acreditamos que ele vai sair dessa. Além de agradecer o carinho das pessoas, quero pedir que continuem rezando. Nossa família é ecumênica e aceitamos em todas as religiões. Mandem energia positiva para que ele possa sair dessa”, pediu Flora Cruz, filha do compositor.

Comentários

Notícias Relacionadas: