Últimas Notícias > Capa – Magazine > Filho de Luciano Huck e Angélica tem alta do hospital, após acidente em lancha

“Se eu tiver que ir para a guerra, eu levo o Sergio Moro e o Deltan Dallagnol comigo” afirmou Mourão sobre divulgação de mensagens

Mourão já havia afirmado que Moro é "um cara da mais ilibada confiança do presidente". (Foto: Lula Marques/Fotos Públicas)

Após o vazamento de uma conversa entre o Procurador da República, Deltan Dallagnol, e o atual Ministro da Justiça e Segurança pública, Sérgio Moro, o vice-presidente, Hamilton Mourão, declarou nesta quinta-feira (13) sua total confiança com relação a ambos. Mourão disse ainda que o ocorrido teria sido um crime.

Na época Moro era Juiz da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba e estava conduzindo as investigações acerca do ex-presidente Lula.

Durante entrevista, cedida a Rádio Guaíba, Mourão questionou ainda a legitimidade dos conteúdos das conversas divulgadas e afirmou: “Se eu tiver que ir para a guerra, eu levo o Sergio Moro e o Deltan Dallagnol comigo”. Hamilton Mourão apontou ainda que as mensagens poderiam estar editadas “nós não temos acesso aos documentos e aos diálogos reais que podem ter acontecido”

Com uma agenda extensa, o vice-presidente chega, nesta sexta feira (14), ao Rio Grande do Sul. Ao decorrer de sua passagem o general deve participar da inauguração da Fenavinho, em Bento Gonçalves, e participar da inauguração dos novos prédios da Universidade Federal de Santa Maria, além de comparecer na festa nacional da Artilharia e receber o título de Cidadão Emérito de Porto Alegre.

Deixe seu comentário: