Últimas Notícias > Notícias > A Rede Pampa venceu em três categorias de Melhores do Ano do “Prêmio Press” de 2019

Secretaria pede revogação de resolução do Conselho de Enfermagem

Secretário Fernando Ritter em reunião com direção do Coren/RS. (foto: Cristine Rochol/PMPA)

O secretário municipal de Saúde de Porto Alegre, Fernando Ritter, reuniu-se nesta quarta-feira (2) com a direção do Coren (Conselho Regional de Enfermagem), na sede da entidade. O encontro foi solicitado pela SMS para discutir alternativas imediatas para que a população não sofra com a imposição de resolução do conselho, que proibiu enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem a fazer entrega de medicamentos nas unidades de saúde.

A decisão do órgão fez com que, desde segunda-feira (29) milhares de usuários do Sistema Único de Saúde ficassem sem os medicamentos gratuitos que normalmente retiram nas unidades de saúde da Capital. O secretário argumentou que a medida foi radical e não levou em consideração as necessidades da população, dizendo ainda que o Coren não fez nenhum tipo de discussão com a sociedade antes de aplicar a decisão, nem atendeu aos pedidos anteriores da SMS para discutir alternativas.

Ritter reiterou que a secretaria vem trabalhando para implementar um novo sistema de assistência farmacêutica em Porto Alegre. A pasta nomeou nas últimas semanas mais 22 profissionais para reforçar a rede. “No entanto, é impossível contratar profissionais da noite para o dia para as 141 unidades de saúde”, frisou o secretário.

Ritter disse ainda que a medida do Coren foi, acima de tudo, corporativista, sem levar em consideração o contexto da administração pública e as necessidades urgentes da população que depende do SUS. Também tem a mesma opinião a vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, Dejanira Correa, que participou da reunião e criticou duramente a posição do Coren.

O presidente da entidade, Daniel Menezes de Souza, afirmou que não iria acatar nenhum pedido de suspensão da medida enquanto não consultasse a categoria. Caso o Coren não reveja sua posição, a Secretaria da Saúde ingressará com ações judiciais, considerando que a decisão da entidade vai contra o interesse público.

De acordo com a medida do Coren, quem precisar de medicamentos deve procurar as dez farmácias distritais de Porto Alegre. Confira os telefones das dez farmácias distritais da Capital:

Sarandi: (51) 3368-6662

Camaquã: (51) 3289-5611

Restinga: (51) 3289-5503

Comerciários: (51) 3289-4123

Bom Jesus: 3289-5446

IAPI: (51) 3289-3427

Navegantes: (51) 3289-5518

Murialdo: (51) 3354-5096.

Santa Marta: (51) 3224-1527

Farroupilha: (51) 3289-2560