Últimas Notícias > Notícias > Mundo > O Uruguai tem falta de maconha: a produção não é suficiente para abastecer os mais de 47 mil consumidores registrados

Sérgio Cabral é condenado pela 10ª vez e pena soma mais de 215 anos



Ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi condenado nesta terça-feira (30), pela 10ª vez. A sentença diz respeito à Operação Ratatouille, desencadeada pela Lava Jato. Ela trata do pagamento de R$ 16 milhões pelo empresário Marco Antônio de Luca, dono de empresa de fornecimento de alimentos para o estado. A Operação foi realizada em junho de 2017.

A pena de Cabral chega a 215 anos e 11 meses de prisão, e seu operador financeiro, Luiz Carlos Bezerra, também foi condenado, por 8 anos e 3 meses. Além deles, o empresário do ramo alimentício, Marco Antônio de Luca também foi condenado, pegando 32 anos de prisão.

A defesa de Cabral e de Marco Antônio de Luca disseram que irão recorrer, e afirmaram que não concordam com a pena aplicada. A defesa de Carlos Bezerra disse que não leu a decisão e que, por esse motivo, não pode comentar os fundamentos até o momento.

Deixe seu comentário: