Últimas Notícias > Capa – Destaques > “Era divertido e pra cima” diz professor da UFRGS sobre estudante encontrado morto na China

Serviços de aplicativo são a fonte de renda de mais de 17% da população brasileira

(Foto: Divulgação)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), através de um levantamento, demonstrou que 3,8 milhões de pessoas, o que representa cerca de 17% dos 23,8% brasileiros trabalhando em situação autônoma, tem a principal fonte de renda com trabalhos em aplicativos. Entre as plataformas que mais oferecem empregos estão a Uber, o iFood e o Rappi, relacionados a transporte e entrega. De acordo com os registros da pesquisa, as startups geram oportunidades de trabalho.
É o caso de Joney dos Santos Souza, que trabalha como entregador em um aplicativo: “Eu passei 3 anos enviando currículo sem nenhum resultado, então decidi me inscrever para trabalhar com entregas, pois vi que era uma atividade que vinha crescendo muito. Isto tem ajudado muita gente que está nessa mesma situação”, ele demonstra. Esse novo setor de oferta de serviços e trabalho é chamado, mercadologicamente, de indústria 4.0. De acordo com um estudo realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), este setor tende a gerar 30 novas profissões, em 8 áreas diferentes, nos próximos nada. Alguns dos segmentos que podem ser beneficiados com a mudança são os de alimentos, automotivo, máquinas e construção civil.

Deixe seu comentário: