Últimas Notícias > CAD1 > O campeão do Brasileirão vai receber 18 milhões de reais de premiação da CBF

Setor moveleiro comemora revogação da MP 774

A medida não se realizou por falta de apoio no plenário da Câmara dos Deputados.(Foto: Banco de Imagens/ O Sul).

Na última quarta-feira, 9 de agosto, o Governo Federal anunciou a revogação da MP que promoveria a reoneração da folha de pagamento para empresas de 50 setores da economia.

Em março deste ano, a necessidade de elevar a arrecadação para reforçar o caixa do País e ajustar as contas públicas fez com que o Governo propusesse a medida, com aumento na tributação e elevação das alíquotas em até 20%. Mas a medida “caiu por terra” pela falta de apoio no plenário da Câmara dos Deputados.

Entre os que seriam atingidos pela MP 774, o setor moveleiro comemorou a decisão. “A cadeia de madeira e móveis é a oitava que mais emprega no Brasil. A aprovação desta medida teria um impacto extremamente negativo para a indústria moveleira”, destacou o presidente da MOVERGS, Volnei Benini.

De acordo com o executivo, o aumento da carga tributária fragilizaria ainda mais o setor, que já vem lutando para se manter estável dentro do cenário de instabilidade econômica do Brasil e que precisa de incentivos, a invés de aumento de alíquotas.

Deixe seu comentário: