Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Quase dois meses após a cirurgia na próstata, Michel Temer passa por novos exames. Conforme os médicos, ele se recupera bem

Sobe para 59 o número de mortos pelo frio na Europa

Onda de frio já causou a morte de ao menos nove pessoas na Itália. (Crédito: Reprodução)

A onda de frio que atinge a Europa provocou ao menos 59 mortes nesta semana, segundo o último balanço, que inclui novas vítimas na Polônia, Romênia, Macedônia, Sérvia e Albânia. Na Polônia, onde as temperaturas continuam em torno de 20 graus abaixo de zero, foi confirmado o falecimento por hipotermia de mais seis pessoas, indicou o Centro de Segurança Governamental.

Os registros incluem ainda três mortos na Sérvia, quatro na Macedônia e um na Albânia, todos eles nas últimas 24 horas. Na Romênia, foram contabilizados “seis óbitos por hipotermia”, revelou o Ministério da Saúde no primeiro balanço oficial emitido no país. O conjunto do território romeno foi colocado em alerta pelas temperaturas, que no centro do país chegaram a -32 graus Celsius e obrigaram a fechar escolas. A navegação no Danúbio também foi proibida devido aos blocos de gelo.

No total, a onda de frio da última semana já causou a morte de ao menos 26 pessoas na Polônia, nove na Itália, seis na República Checa e seis na Romênia. Também foram registrados dois na Bielorrússia e na Bulgária. De acordo com as previsões meteorológicas, as temperaturas serão mais clementes nos próximos dias na Europa Ocidental e nos Bálcãs, mas na Polônia ainda devem ficar bem abaixo de zero.

Deixe seu comentário: