Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Os relógios de computador, TV e celular se adiantaram automaticamente neste domingo duas semanas antes do horário de verão

Spielberg é o primeiro diretor de cinema a superar 10 bilhões de dólares em bilheteria

Duas vezes vencedor do Oscar de Melhor Diretor, Steven Spielberg tem um patrimônio estimado em 3,6 bilhões de dólares. (Foto: Reprodução)

Com o bom resultado de “Jogador nº 1” nos cinemas mundiais, Steven Spielberg, 71 anos, se tornou o primeiro diretor de cinema a superar a marca de 10 bilhões de dólares em bilheteria. Lançado no final de março, o filme Jogador nº 1 já arrecadou 474 milhões de dólares, fazendo com que a conta bancária de Spielberg, de toda sua carreira, alcançasse impressionantes 10,009 bilhões de dólares.

Com isso, o diretor norte-americano está na liderança isolada, bem a frente dos próximos colocados, os diretores Peter Jackson, Michael Bay e James Cameron – todos pouco acima dos 6 bilhões de dólares.

Apesar do bom resultado, o filme Jogador nº1 é apenas o décimo sétimo filme de maior sucesso de Spielberg. As produções que lideram o ranking do diretor são Jurassic Park, Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal e E.T – Extra-Terrestre.

Duas vezes vencedor do Oscar de Melhor Diretor, Steven Spielberg tem um patrimônio estimado em 3,6 bilhões de dólares pela Forbes.

Veja a lista dos diretores com maior arrecadação mundial de bilheteria, segundo o Box Office Mojo:

1 – Steven Spielberg – 10.009 bilhões de dólares

2 – Peter Jackson – 6.520 bilhões de dólares

3 – Michael Bay – 6.414 bilhões de dólares

4 – James Cameron – 6.138 bilhões de dólares

5 – David Yates – 5.346 bilhões de dólares

6 – Christopher Nolan – 4.749 bilhões de dólares

7 – Robert Zemeckis – 4.243 bilhões de dólares

8 – Tim Burton – 4.075 bilhões de dólares

9 – Chris Columbus – 4.060 bilhões de dólares

10 – Ridley Scott – 3.923 bilhões de dólares

Jogador nº 1

O filme Jogador nº 1, da Warner Bros, é uma adaptação do livro homônimo de Ernest Cline, de 2011. O texto vem carregado de referências à cultura pop dos anos 1980 – era cinematográfica dominada por Spielberg, como diretor e produtor (“De Volta para o Futuro”, “Os Goonies”, “Poltergeist – o Fenômeno”).

O roteiro de Cline e Zak Penn faz referência a filmes de John Hughes, incorpora a roupa vermelha de Michael Jackson no clipe de “Thriller” e cita Mechagodzilla e Chucky. A trilha sonora brincalhona é povoada por canções de Twisted Sister, Van Halen e Joan Jett.

No filme, o adolescente Wade Watts (Tye Sheridan) vive em um estacionamento de trailers imundo e superlotado. O ano é 2045, e a maioria dos americanos desistiu de lutar.

As pessoas agora passam o tempo todo usando visores de realidade virtual e equipamento háptico que permitem que elas explorem um mundo virtual tridimensional chamado Oasis como se fato vivessem lá.

O ambiente criado por um bilionário excêntrico é um lugar maravilhoso onde a pessoa pode ser qualquer coisa que deseje – outro gênero, outra espécie. Para Wade, que ama os anos 1980, e sua namorada Samantha Cook (Olivia Cooke), a tarefa é vencer uma corrida em três etapas e encontrar um tesouro, impedindo que uma empresa gigantesca e malévola (nos dois mundos) chegue primeiro.

Deixe seu comentário: