Últimas Notícias > Notas Brasil > Mulher de Nem quer sair da cadeia durante o dia

Suspeito de crimes sexuais é procurado

O professor Thiago de Oliveira Moreira, que lecionava Direito Constitucional na Universidade do Estado da Bahia, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e foi afastado do cargo, na quinta-feira (11), por suspeita de crimes sexuais contra alunos. Conforme o MP-BA, Thiago de Oliveira ficou de se apresentar à Justiça ainda na quinta, mas não fez e, por isso, é considerado foragido.

Deixe seu comentário: