Últimas Notícias > Capa – Coluna Direita > Congresso de Radiodifusão reúne especialistas no assunto durante três dias de evento, em Curitiba

Tabata Amaral pode ser expulsa do PDT depois de votar a favor da reforma da Previdência

Por votar a favor da reforma da Previdência, a deputada responde a um processo no PDT que poderá resultar na sua expulsão do partido. (Foto: Reprodução de internet)

Ao menos três partidos (PDT, PSD, PSDB) fecharam questão sobre o da tema reforma da Previdência e terão que lidar com insurgências internas. Fechar questão significa determinar que os representantes no Congresso devem seguir o que foi determinado pelo partido. A deputada Tabata Amaral (PDT), porém, votou sim a reforma da previdência, mesmo com alerta de que se agisse assim, seria expulsa.

A jovem de 25 anos ganhou notoriedade pública depois de ter enquadrado o então ministro da Educação, Ricardo Vélez, durante uma sessão da Comissão de Educação da Câmara, em abril.

Tabata postou um vídeo no seu Twitter dizendo que seu voto não foi “vendido”, mas é fruto de convicção. “A bancada da educação continua lutando pela manutenção da aposentadoria especial dos professores”, acrescentou.

 

Deixe seu comentário: