Bolsonaro transgride a separação de Poderes, disse o ministro do Supremo Celso de Mello

Depois de dar o voto mais contundente no julgamento em que o STF (Supremo Tribunal Federal) contrariou o Palácio do Planalto e manteve a demarcação de terras indígenas com a Funai (Fundação Nacional do Índio), o decano da Corte, ministro Celso de Mello, disse ao Estado que o presidente Jair Bolsonaro “minimiza perigosamente” a importância da Constituição...