Home > Carlos Alberto Chiarelli

A união renascida

Há alguns anos, a frase foi introduzida no conhecimento popular. Lia-se na camiseta que o Presidente usava, a cada domingo, nas suas corridas cercado da grande imprensa. E la estava escrito: “O tempo é senhor da razão”. Não sei se é mesmo. Tenho dúvidas. O que eu sei é que o...

TRISTE NOTORIEDADE COMPRADA

Se a aceitação, ou a mera compreensão participativa que explica a quebra da privacidade, é surpreendente, a colaboração explícita, para que ela ocorra, é preocupante. Constata-se uma aspiração de expor-se. É fenômeno que se alastrou pela força midiática somada à globalização. Fazer-se um programa que se estende por três, quatro meses apenas...

Pessimismo?

1.Os homens e mulheres “livres” vivem em casa com a proteção de cercas elétricas e tem medo da convivência pública das ruas. Parece que se chegou a um paradoxo: desfrutar da liberdade é mais que uma ousadia. É um perigo. 2. A manchete de hoje, seguramente, é menos alarmante do que...

Na porta de casa

Há uma hostilidade. Não, não é exatamente isso. Há um desencanto. Não, também não é isso. Há um desapreço – talvez seja bem isso – de grande parte da sociedade mais informada com relação aos partidos políticos. Somem-se os que depreciam aos que se empenham em não aceitar a existência dos...

ENCONTROS COM O CAMARADA FIDEL II

Convidado, formalmente, via México, viajei a Havana num Ilyushin (avião Russo mal tratado) operado pelas Linhas Aéreas Cubanas. Colocaram-me na primeira fila, separado dos demais passageiros por uma cortina escura. Recebido pelo Ministro da Educação, fui conduzido a um palacete que fora residência de um mega produtor açucareiro, desapropriada sem pagamento de...

ENCONTROS COM O CAMARADA FIDEL

Era um almoço oficial no Itamarati. Dia de posse do novo Presidente: o primeiro eleito pelo voto direto nos últimos trinta anos. À mesa, vários chefes de Estado (o Bush, pai, que na época vice, representando os Estados Unidos). A figura mais carismática deixara para confirmar sua presença na noite...

VALOR DO VOTO

Não havendo outro melhor, adotou-se, como fundamento operacional da democracia, o principio de prevalência da maioria. Para identifica-la, criou-se o voto, instrumento de manifestação de vontade e aferição de escolhas, que se passou a entender como capaz de traduzir, na vontade coletiva, qual a versão dominante, se mais de uma...

TRUMP NÃO FOI ELEITO

Que se diz que Donald Trump foi eleito Presidente dos Estados Unidos todo mundo sabe. Que foi uma surpresa, também é matéria repetida. Que ele começou como azarão e Hillary como favorita foi a linha assumida por jornalistas metidos a especialistas e que acabaram pagando um mico vexatório. Não querendo...

DOENÇA INCURÁVEL

Na cidade, há alguns anos, foi criada uma associação que congrega um grupo de moradores que sofrem até hoje de doenças incuráveis. Não sei porque era masculina a parceria. Acusa-la, por isso, de machista seria uma inverdade verdadeira, já que nenhuma mulher foi impedida de participar. Também é verdade de...

CÍCERO e os uniformes

Fazemos de conta que não sabemos que existem, neste momento, em nosso país, um pouco mais do que doze milhões de desempregados, numa situação que medeia entre a angustia e a desesperança. As vezes, há quem também aleguem desconhecer (e nem alega) os índices corrosivos, fruto de estatísticas imperiosas, mostrando que...

A PIZZA MARGUERITA

1. Uma dúvida para iniciar. No processo de extinção (ou minimização radical) por que passa o PT (ou o lusopetismo) será que sobrarão só os minguados “sebastianistas”, além de remanescentes do “partido de boquinha”, cujo comprovante de “filiação” é a copia do contracheque da folha do ultimo mês vencido? 2. Fala-se...

BRASIL: UM PAÍS E SEUS(?) IMPEACHMENTS

O caso Collor Cometeu um erro primário: desconsiderou os políticos, especialmente os parlamentares. Alertado seguidas vezes de que existiam Três Poderes e, como ensinavam, há tanto tempo, os enciclopedistas franceses, eram interdependentes. No mínimo, mostrou-se desatento, para não dizer soberbo. Vindo de uma sequência de vitórias pelo voto, julgou-se (isso acontece muitas...

BRASIL: UM PAÍS E SEUS(?) IMPEACHMENTS

Parece que o Brasil tem uma tendência doentia de deturpar a valia de procedimentos legais, inclusive alguns importantes. Daí os primeiros e surpreendentes resultados de um dos institutos jurídico-políticos de maior valia institucional. Refiro-me ao impeachment (que o norte americano batizou e o brasileiro utiliza). Infelizmente o faz de maneira...

O 55º

As relações da medicina, com a política, em Brasília, são, no mínimo, peculiares e, no máximo, até tormentosas. Lembro-me da cirurgia feita, na véspera da posse que não houve, do presidente eleito Tancredo Neves, que gerou, numa Brasília surpresa, apalermada e mal informada, uma boataria enlouquecedora que acabou espraiando-se pelo País. Todos,...

UFPel realiza Seminário de Direito do Trabalho

A Faculdade de Direito da UFPel (Universidade Federal de Pelotas) realiza o Seminário de Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho nos dias 25 e 26 de agosto. O evento homenageia o professor Carlos Alberto Gomes  Chiarelli. Veja o programa:    ...

Longevidade

Niemeyer faleceu aos 104 anos; Pitanguy, aos 93; Havelange aos 100. Não vou estabelecer nenhuma relação entre eles que não seja a longevidade. Creio que, no Japão, a duração média de vida já atinge os 85 anos, gerando uma mudança de hábitos e costumes na civilizada sociedade oriental. Claro que eu...

O soldado e o general

Eu era aluno do segundo ano do curso de Direito, na Faculdade Federal de Pelotas. Tinha 18 anos, quase 19. Nessa época, Pelotas não tinha CPOR (um curso do Exército reservado aos poucos universitários que, chegando à idade do serviço militar, nele se matriculavam e, ao terminá-lo, recebiam o título...

Quando um bufão tem o poder

As vezes ficamos desagradados com surpresas que surgem no processo eleitoral. Candidatos despreparados e/ou corruptos, com amparo e sob o manto de um partido (o que, por lei, é indispensável, posto que não existe candidato avulso) lançam-se na disputa do voto. Isso sem contarmos os candidatos (lembram-se do “meu nome é...

NÃO SE VENDE E NÃO SE TROCA

Desde que homens como De Gasperi, Adenauer, Schumann, há quase 70 anos, ainda em ruínas muitas cidades europeias, tanto de vencedores (se é que os há em uma guerra) como sobretudo dos vencidos, temerosos de que o futuro fosse reedição do passado - a 2ª. Guerra Mundial fora uma quase...

A VISITA

Eu o encontrei no universo tormentoso da política. Era de plagas distantes. Outro sotaque, outros comportamentos. Paciente e negociador, enquanto sempre fui polêmico e de decisões imediatas (as vezes não as melhores, como aprendi com o tempo). Honestos, sim, o que entendíamos não ser propriamente uma virtude. Era pré requisito...

E ACONTECEU!!!

Éramos, no início, 17 deputados e seis senadores. Talvez uma sexta parte – se tanto – da bancada do PDS. Tínhamos um acordo, senão secreto, não divulgado. Se Maluf ganhasse a Convenção partidária – o que era praticamente certo com sua infinita capacidade corruptora – nos rebelaríamos e formaríamos uma...

CBF: Operação Lava-Jato nela!

Foi um fracasso (mais um) a participação da Seleção Brasileira na Copa América do Centenário. Só ganhamos do Haiti, um arremedo de time, composto em sua maioria por amadores – uma vez, estivemos lá para lembrar ao mundo que esse pobre país existe e que a divulgada solidariedade foi, sobretudo,...

ONDE SE APRENDE

A nível nacional, espraiou-se movimento que envolve o estudante, o professor, introduz-se no seio familiar e checa, num desafio flagrante , a estratégia de política pública da União (também), mas majoritariamente dos Estados e, minoritariamente, dos Municípios. Sei muito bem que é capítulo do macrotema Educação, se prestando, en passant,...

Platão e o governo dos maus

Há muita gente que não suporta ouvir falar em Lava-Jato e já fica cheia de “urticária”, como se dizia em Uruguaiana, numa época em que não se tinha descoberto a relação dos “pontinhos” vermelhos espalhados pelo corpo, com o fenômeno da ALERGIA. Fregueses nos noticiários nos quais volta e meia apareciam...

Pedaladas

A meu juízo, Temer, no cronômetro da História, tem pelo menos, de quatro a cinco meses para por em execução duas ou três políticas públicas que signifiquem uma resposta consistente e válida aos reclames empilhados da sociedade. E falo de medida de dimensão indiscutível como, p.ex., reforma tributária, adoção de...

“MILAGRE” (COM UM POUCO DE FICÇÃO)

Recém chegara à Câmara, quando o líder da bancada, me chamou. Comunicou-me que eu seria vice-líder. Ficaria responsável pela sessão das quartas-feiras, a das votações mais polêmicas. À época, na prática, o sistema era bipartidário. O MDB era oposição e o PDS, a situação. Os vice-líderes adversários sentavam na primeira cadeira...

O paraíso do “cumpanheiro”

Era operário, de salário baixo como a maioria. Enfim, morando na via, diziam os diretores especializados em pobreza que ele era pobre. Ficou sabendo por anúncio colorido oficial de televisão que podia mexer no seu FGTS para comprar ações da Petrobrás. Explicavam na TV que ele ia ser um pouco dono...

“MILAGRE” (COM UM POUCO DE FICÇÃO)

Recém chegara à Câmara, quando o líder da bancada, me chamou. Comunicou-me que eu seria vice-líder e que ficaria responsável pela sessão das quartas-feiras, e das votações mais polêmicas. À época, na prática, o sistema era bipartidário. O MDB era oposição e o PDS, a situação. Os vice-líderes adversários sentavam na...

“Milagre” (Com um pouco de ficção)

Recém chegara à Câmara, quando o líder da bancada, me chamou. Comunicou-me que eu seria vice-líder (o que me deixou faceiro e preocupado) e que ficaria responsável pela sessão das quartas-feiras, dia de casa cheia e das votações mais polêmicas. Disse que o convite estava ligado ao fato de que me...

Maior que o abismo

Como dizia Oswaldo Aranha, político e diplomata do Alegrete, quando, temerosos, correligionários interrogaram-no, ante uma das tantas crises pelas quais o Brasil estava passando: “o Brasil não cairá no abismo, simplesmente porque é MAIOR que o ABISMO”. Não há dúvida que essa crise – 2015-2016 – é preocupante. O Brasil, vitimado...

As ruas falaram

Era um surpreendente dia de calor. Para mim insuportável. O termômetro passara dos 42 graus, o que transformara a cidade em um estranho forno. A municipalidade determinara o fechamento do comércio e a suspensão da atividade industrial. Bares e restaurantes continuavam abertos funcionando como oasis, fornecendo bebidas geladas e espalhando ar...

Calado e Gordinho: Sindicalista Barbudinho

A vida, na verdade, é a soma do que se fez, do que se pensou fazer e do resultado do feito e do não feito. Pode ser que não seja só (?) isso. Justo seria que nesse esforço – entre o pedante e o primário – se agregasse o que,...