Os “esconderijos” da internet desafiam a investigação sobre os crimes de ódio

A internet está na mira das investigações do MP (Ministério Público) de São Paulo e da Polícia Civil após o massacre em Suzano (SP), na última quarta-feira (13). Especialistas realizam perícias nos equipamentos apreendidos dos dois atiradores, Guilherme Taucci Monteiro e Luiz Henrique de Castro, e vasculham a rede mundial de computadores para...

A Polícia Federal tem tecnologia para identificar usuários da internet profunda

A PF (Polícia Federal) desenvolveu nos últimos anos uma metodologia de investigação para identificar os usuários da chamada "dark web", parte da internet cujo acesso é possível apenas com tecnologia que esconde a identificação do usuário. A utilização da dark web pelo dois atiradores para planejar o massacre na Escola...

Mercado negro da internet “oculta” sai do ar para não ser localizado

Um dos maiores mercados negros da internet, o Agora, foi fechado por questões de segurança, segundo o próprio website. Os administradores tomaram a decisão por temer que falhas na rede que abriga o Agora permitissem a localização dos seus servidores secretos. O mercado deve ficar fora do ar até que seja...

Fã de seriado é condenado por tentar comprar ricina na internet profunda

Um britânico foi considerado culpado pela Justiça por tentar comprar ricina, um veneno letal, pela dark web (a internet oculta),   inspirado pela série de televisão Breaking Bad. Mohammed Ali, 31 anos e que vive em Liverpool (Inglaterra), fechou um negócio em janeiro deste ano com um fornecedor para comprar 500...