O delator do escândalo da Federação Internacional de Futebol morreu em São Paulo

Morreu na manhã desta sexta-feira, aos 74 anos, o advogado, jornalista e empresário J. Hawilla, delator do "Caso Fifa" nos Estados Unidos, pivô do escândalo que revelou a participação de vários dirigentes em crimes de corrupção no futebol mundial. Ele teve insuficiência respiratória. O empresário deixa esposa, três filhos e...

A empreiteira Odebrecht aceitava receber de seus clientes até 30% do preço dos imóveis em caixa dois

A empresa do grupo Odebrecht dedicada à venda de unidades residenciais e comerciais no Brasil aceitava receber dos clientes até 30% do preço dos imóveis em caixa dois, segundo um delator. Os valores por fora abasteciam os cofres do setor de propinas da empreiteira. Essa estratégia da OR (Odebrecht Realizações) Imobiliárias fugiu...

Delator não busca celulares velhos, e ministro do Supremo manda destruí-los

Em setembro de 2015, o lobista Fernando Antônio Falcão Soares, conhecido como Fernando Baiano, firmou um acordo delação premiada com a PGR (Procuradoria-Geral da República), quando a Operação Lava-Jato ainda estava a todo vapor. Como parte da colaboração, entregou não apenas informações do que sabia, mas também dois celulares iPhone...

Um executivo da empreiteira Andrade Gutierrez delatou o ex-ministro Delfim Netto na Operação Lava-Jato

A inclusão do economista e ex-ministro Antônio Delfim Netto, 89 anos, entre os alvos da 49ª fase da Operação Lava-Jato tem entre os seus fatos geradores um depoimento prestado em abril de 2016 por Flávio Barra, um alto executivo da empreiteira Andrade Gutierrez e que firmou acordo de colaboração premiada com...

Um delator confirmou a lavagem de 3 milhões de reais para o operador do ex-governador do Rio Sérgio Cabral

Seis colaboradores foram ouvidos nesta segunda-feira (26), na 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, no âmbito do processo da Operação Lava-Jato. A investigação apura se um dos supostos operadores do ex-governador Sérgio Cabral, o assessor especial Ary Filho, lavou aproximadamente R$ 3 milhões por meio de uma empresa...

Um empresário brasileiro envolvido em corrupção no futebol será sentenciado em abril pela Justiça dos Estados Unidos. A sua pena pode chegar a 80 anos de prisão

Réu confesso de crimes que envolvem corrupção de dirigentes esportivos espalhados pelo Brasil e outros países da América Latina, o empresário José Hawilla, dono da Traffic, está de volta ao Brasil. Natural de São José do Rio Preto (SP) e conhecido pela alcunha J. Hawilla, ele estava desde 2013 nos...

O ex-presidente da empreiteira Odebrecht e delator na Operação Lava-Jato revelou entrega de dinheiro vivo para o senador José Serra. Os valores chegaram a quase 53 milhões de reais entre os anos de 2002 e 2012

O ex-presidente da Odebrecht e delator na Operação Lava-Jato Pedro Novis afimou em depoimento à PF (Polícia Federal) que o senador José Serra (PSDB-SP) recebeu para si ou solicitou para o partido R$ 52,4 milhões entre 2002 e 2012. O executivo detalhou os valores para os investigadores. As declarações foram prestadas em 13 de junho...

Confissões de um delator: 30 anos de corrupção e compra de votos

O ex-deputado federal e ex-presidente do PP (Partido Progressista) Pedro Corrêa, 70 anos, condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, vive em uma cobertura com vista para a praia de Boa Viagem, em Recife (PE). Condenado no mensalão e na Operação Lava-Jato, ele está preso há mais de...

Doleiro pediu a juiz que autorize as visitas de um amigo para ele poder jogar tênis mesmo em prisão domiciliar

Um pedido do delator Lúcio Funaro ao juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília, chamou a atenção pela justificativa. Apontado como operador do PMDB, ele solicitou ao magistrado a autorização para receber, durante o período em que ficará em prisão domiciliar, visitas de um amigo com...

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral pagava uma mesada de 100 mil reais por mês à sua ex-mulher e ela chegava a receber o 13º e o 14º salários no fim do ano

O operador Carlos Miranda, pessoa mais próxima do ex-governador do Rio Sérgio Cabral a fazer delação premiada, disse nesta segunda-feira (18) que Sérgio Cabral (PMDB) repassava uma mesada de R$ 100 mil mensais para a ex-mulher Susana Neves. Miranda prestou depoimento ao juiz Marcelo Bretas. De acordo com Miranda, o valor era menor no...