Presos há quatro meses, os delatores da JBS/Friboi decidiram mudar de estratégia e voltaram a colaborar com as investigações na tentativa de não ter os benefícios de seus acordos de delação suspensos

Presos há quatro meses, os delatores da J&F, controladora da JBS, decidiram mudar de estratégia de defesa e voltaram a colaborar com as investigações na tentativa de não ter os benefícios de seus acordos de delação suspensos definitivamente. Os donos do grupo, os irmãos Joesley e Wesley Batista, que vinham...

Antes de virar ministro do presidente Michel Temer, Carlos Marun pede o indiciamento do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, em relatório final da CPI da JBS/Friboi

O relator da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da JBS, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), anunciou nesta terça-feira (12), que pediu, em seu parecer final, o indiciamento do ex-procurador-geral Rodrigo Janot e de seu ex-chefe de gabinete, o procurador Eduardo Pelella. Na visão do relator, os dois cometeram os crimes de abuso...

Um fiscal da Receita Federal suspeito de beneficiar a JBS/Friboi, recebendo 160 milhões de reais, tinha uma Ferrari e uma casa em Campos do Jordão

O auditor da Receita Federal suspeito de receber propina para agilizar a liberação de créditos tributários à JBS entrou no radar da PF (Polícia Federal) e da Corregedoria do Fisco porque, segundo o MPF (Ministério Público Federal), ostentava um patrimônio “completamente incompatível” até mesmo com os cerca de 25 mil...

A Polícia Federal investiga propina de 160 milhões de reais da JBS/Friboi para um fiscal da Receita Federal

A PF (Polícia Federal), o MPF (Ministério Público Federal) e a Receita Federal deflagraram, na manhã desta segunda-feira (11), uma operação para investigar o pagamento de R$ 160 milhões em propinas a um auditor para acelerar a liberação de créditos tributários do Fisco a empresas do grupo JBS/Friboi, dos irmãos...

Em carta de despedida do comando do PSDB, o senador Aécio Neves diz que provará a sua inocência

Licenciado da presidência do PSDB desde que se tornou alvo do escândalo da JBS/Friboi, o senador Aécio Neves (MG) distribuiu na quarta-feira (06) uma carta em tom de despedida do comando do partido. A sigla elege no próximo sábado sua nova estrutura de comando nacional, que deve tornar o governador de...

O relator da CPI da JBS/Friboi disse que Joesley Batista é um “mafiosinho de terceira categoria”

Durante cerca de quatro horas o empresário Joesley Batista, um dos controladores do grupo J&F, se recusou a responder às perguntas dos deputados e senadores da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) Mista da JBS e da CPI do BNDES do Senado. As informações são da Agência Câmara. O relator da CPI,...

O PMDB usou uma gravação de Joesley Batista na TV e disse que uma “prova falsa” causou crise

O presidente Michel Temer autorizou o PMDB a divulgar um programa com gravações de conversas entre o empresário Joesley Batista e seus advogados, com o objetivo de desqualificar a delação de executivos da JBS e a atuação do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. O vídeo de dez minutos será veiculado a...

A crise acelerou a chegada do herdeiro ao poder na JBS/Friboi

Quando a PF (Polícia Federal) bateu à porta da mansão de Wesley Batista para prendê-lo na manhã de 13 de setembro, seu primogênito, Wesley Batista Filho, tomou um susto. O tio, Joesley, que tocava os negócios da família em parceria com o pai, fora preso dias antes. A cúpula da...

Anthony e Rosinha Garotinho, ex-governadores do Rio de Janeiro, foram presos

Os ex-governadores do Rio Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, ambos do PR, foram presos pela PF (Polícia Federal) na manhã desta quarta-feira (22). Eles são acusados, ao lado de outras seis pessoas, de integrarem uma organização criminosa que arrecadava recursos de forma ilícita com empresários com o objetivo de financiar...

O ex-procurador da República Marcello Miller, acusado de orientar executivos da JBS/Friboi no acordo de leniência enquanto ainda era do Ministério Público Federal, disse que não agiu por “ganância”

Na mira da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da JBS, o ex-procurador da República Marcello Miller disse ao jornal O Estado de S. Paulo que “não recebeu remuneração da J&F por nenhuma atividade” relativa à empresa e que não agiu por ganância. A manifestação é uma reação à entrevista do ex-procurador-geral...