Alheio ao corte de gastos na administração pública, Supremo compra veículos blindados, refeições com lagosta e rótulos de vinhos agraciados com premiações internacionais

Alheio ao cenário de contingenciamentos e corte de gastos na administração pública, o STF (Supremo Tribunal Federal) abriu os cofres para despesas que envolvem a rotina da Corte. Entre os gastos previstos pela gestão do ministro Dias Toffoli – estimados em R$ 29,5 milhões –, estão a compra de veículos...

A Suíça aprovou uma lei que proíbe a fervura de lagostas vivas

A partir de 1º de março, as lagostas não poderão mais ser fervidas vivas na Suíça. Isso porque o Conselho Federal, órgão que exerce a função de chefe de Estado no país, estabeleceu que os crustáceos precisam ser atordoados eletricamente ou sofrer a "destruição mecânica do cérebro" antes de ir...