Renault, Nissan e Mitsubishi revisam sua aliança agora sem o brasileiro Carlos Ghosn

A japonesa Nissan e a francesa Renault disseram que vão reformular a maior aliança de carros do mundo para se colocarem em pé de igualdade, quebrando a poderosa presidência do ex-chefe Carlos Ghosn. A saída de Ghosn, creditado por resgatar a Nissan de uma situação próxima à falência em 1999,...

O brasileiro Carlos Ghosn é impedido de participar da reunião do Conselho da Nissan, empresa da qual foi presidente

Um tribunal de Tóquio, no Japão, rejeitou um pedido do ex-chefe da Nissan Carlos Ghosn para participar de uma reunião do conselho da empresa nesta semana, negando-lhe um lugar na mesa apesar de a montadora estar prestes a fortalecer uma aliança que ele construiu ao longo de duas décadas. As...

Ex-chefão da Renault-Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn deixa a prisão em Tóquio. Ele teve que pagar fiança de 1 bilhão de ienes, o equivalente a 33 milhões de reais

Após 108 dias preso em Tóquio, o executivo Carlos Ghosn foi libertado nesta quarta-feira (06). O brasileiro pagou fiança de 1 bilhão de ienes (R$ 33,8 milhões), estabelecida na véspera pela Justiça japonesa. A informação foi divulgada pela emissora de TV NHK. Ghosn é acusado de falsificar informes sobre seus rendimentos...

Tribunal de Tóquio determinou o pagamento de fiança de 33 milhões de reais para soltar o brasileiro Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault e da Nissan

O Tribunal de Tóquio estabeleceu que o brasileiro Carlos Ghosn, ex-presidente da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, pode ser solto mediante pagamento de fiança, disseram os advogados do executivo nesta terça-feira (05).Ele está preso em Tóquio desde 19 de novembro, acusado de fraude fiscal e uso de verbas da empresa para uso pessoal. De...

O brasileiro ex-presidente do conselho da Nissan está preso há quatro meses em Tóquio e aguarda julgamento

A detenção, as acusações e o longo período de encarceramento de Carlos Ghosn, ex-presidente do Conselho de Administração da Nissan, estão dificultando o trabalho de empresas japonesas que buscam recrutar no exterior executivos e profissionais para cargos seniores. E assustando os próprios executivos quanto à realidade de trabalhar no Japão....

O brasileiro Carlos Ghosn, que está preso no Japão, chamou amigos para assistir ao carnaval do Rio e a Renault-Nissan pagou a conta: 260 mil dólares

O brasileiro Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault e da Nissan, e a sua esposa convidaram oito casais de amigos para assistir o carnaval do Rio de Janeiro em 2018. A viagem custou 260 mil dólares e teria sido paga pelas montadoras, segundo documentos consultados pela agência de notícias AFP. Ghosn está...

O principal advogado do executivo brasileiro Carlos Ghosn, que está em uma prisão em Tóquio por supostas fraudes financeiras, anunciou que pediu demissão

O principal advogado de Carlos Ghosn, detido em 19 de novembro e que está em uma prisão de Tóquio desde então por supostas fraudes financeiras, anunciou nesta quarta-feira (13) que pediu demissão. Motonari Otsuru, um ex-promotor que defendia o executivo que criou a aliança de montadoras Renault-Nissan-Mitsubishi Motors, "enviou uma carta...

A fabricante de veículos Renault investiga o casamento do executivo brasileiro Carlos Ghosn em Versalhes, na França. A suspeita é que ele tenha usado dinheiro da montadora para financiar a festa

A Renault informou na quinta (7) ter encontrado indícios de que seu ex-diretor-geral, o brasileiro Carlos Ghosn, usou um acordo da montadora com os gestores do castelo de Versalhes para financiar em parte seu casamento, celebrado no local. Segundo a empresa, um pacto firmado em junho de 2016 previa um patrocínio...

Brasileiro ex-presidente da Nissan que está preso no Japão diz ter sido castigado antes de ser considerado culpado

O ex-presidente da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, Carlos Ghosn, disse em nova entrevista nesta quinta-feira (31) que foi “castigado antes de ser considerado culpado". Para o executivo, a recusa da justiça japonesa de libertá-lo sob fiança "não seria normal em qualquer outra democracia". As declarações foram dadas para a agência France Presse, na...

Preso no Japão, o brasileiro Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan e da Renault, afirmou ser vítima de uma conspiração

O executivo Carlos Ghosn afirmou ser vítima de uma conspiração que levou à sua prisão e negou ser culpado das acusações das quais é alvo no Japão. Em sua primeira entrevista desde que foi detido em novembro do ano passado, o brasileiro disse ao jornal Nikkei, nesta quarta-feira (30), que as acusações...