Últimas Notícias > venda de sentenças

A Polícia Federal mira um desembargador do Rio de Janeiro por suspeita de venda de sentenças

O desembargador Siro Darlan, do TJ (Tribunal de Justiça) do Rio de Janeiro, foi alvo de uma operação da PF (Polícia Federal) nesta terça-feira (24). O magistrado já vinha sendo investigado no STJ (Superior Tribunal de Justiça), que apura a venda de sentenças no Fórum da capital. Além da casa e...

Um desembargador que vendia sentenças pelo WhatsApp foi condenado a treze anos de prisão

A Corte Especial do STJ (Superior Tribunal de Justiça) condenou o desembargador Carlos Rodrigues Feitosa, do Tribunal de Justiça do Ceará, a 13 anos, oito meses e dois dias de prisão, em regime fechado, pelo crime de corrupção passiva. Em outra ação penal, ele foi condenado à pena de três...

O Supremo negou liberdade a um desembargador preso por venda de sentenças judiciais e retirou o segredo de Justiça do processo

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou um pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do desembargador aposentado compulsoriamente Evandro Stábile, preso em setembro do ano passado pela PF (Polícia Federal). Também foi retirado o segredo de Justiça do processo. No pedido feito à Corte, o advogado responsável...

Por ordem do Superior Tribunal de Justiça, a Polícia Federal prendeu um ex-desembargador denunciado pela venda de sentenças

O desembargador aposentado Evandro Stábile foi preso nesse fim-de-semana pela PF (Polícia Federal), Os agentes até o seu apartamento no bairro Duque de Caxias, em Cuiabá (MT) e levaram o ex-magistrado para a sede da corporação. Ele é acusado de vender sentenças judiciais. Em seguida, ele foi encaminhado ao IML (Instituto Médico...

Um desembargador aposentado suspeito de vender sentenças é preso em Natal

A Polícia Federal prendeu em Natal um desembargador aposentado acusado de intermediar e vender decisões judiciais. Os investigadores contaram que o desembargador aposentado Francisco Barros Dias, que atuava numa turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, recebeu, por meio de um advogado, dinheiro em troca de decisões. “Houve o pagamento por...

A venda de sentenças no Tribunal de Contas do Rio durou 17 anos, diz a Procuradoria-Geral da República

A PGR (Procuradoria-Geral da República) afirmou em denúncia ao Superior Tribunal de Justiça que um “ajuste criminoso” de propinas e venda de sentenças no TCE-RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro) foi instalado em “meados de 1999” e operou até dezembro de 2016. Durante cerca de 17...