Últimas Notícias > Colunistas > Fatos históricos do dia 21 de abril

Temer ficará preso na sede da Polícia Federal no Rio; Moreira Franco vai para cadeia da Polícia Militar em Niterói, a mesma onde está o ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão

Michel Temer (E) e Moreira Franco foram presos pela Lava-Jato e depois soltos. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Preso nesta quinta-feira (21) em São Paulo, pela Força-Tarefa da Operação Lava-Jato no Rio, o ex-presidente Michel Temer chegou à Superintendência da PF (Polícia Federal) no Rio por volta das 18h38min. O ex-presidente ficará sozinho na sala da corregedor da PF, no terceiro andar do prédio. É uma das poucas no edifício que tem banheiro privativo.

Na porta do prédio havia um grande número de jornalistas e alguns manifestantes com cartazes aguardando a chegada de Temer. Alguns manifestantes chegaram a dar tapas e socos em viaturas do comboio da PF. Por volta das 19h30min, o cômodo onde Temer ficará preso ainda estava sendo montado. O espaço terá área de cerca de 20 metros quadrados, com ar condicionado. Há também um frigobar no cômodo.

Temer foi trazido de São Paulo em um avião da Polícia Federal, do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos e desembarcou na Base Aérea do Galeão. O juiz da 7ª Vara Criminal Federal Marcelo Bretas aceitou o pedido da defesa para que o ex-presidente fique preso em uma sala da Superintendência da Polícia Federal, no Centro do Rio.

Moreira Franco

O ex-ministro da Casa Civil Moreira Franco, também preso na Estrada do Galeão pela Força-Tarefa da Lava-Jato no final da manhã desta quinta-feira foi levado para a delegacia da PF no Aeroporto Tom Jobim, o Galeão. Em seguida, encaminhado no mesmo comboio de Temer para a Superintendência da PF e, posteriormente, para a Unidade Especial Prisional da PM, em Niterói. No local está preso desde novembro do ano passado o ex-governador Luiz Fernando Pezão.

 

Deixe seu comentário: