Últimas Notícias > Esporte > Futebol > Grêmio aguarda apresentação de David Braz para junho

Tranquilidade e serenidade: Temer comenta período de prisão

Ex-presidente Michel Temer é solto novamente.(Foto Antonio Cruz/Agência Brasil)

O ex-presidente Michel Temer, solto por meio de uma liminar emitida pela Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça na última terça-feira (14), comentou sobre seus dias de reclusão. Ele estava preso preventivamente por suspeita de desvio de recursos na obra da usina nuclear de Angra 3.

“Eu disse que aguardaria com toda tranquilidade e com toda serenidade a decisão do Superior Tribunal de Justiça [STJ], que se deu no dia de ontem” afirmou ele após a soltura.

Temer, foi preso pela primeira vez no dia 21 de março, juntamente com o Coronel Lima. Dentre as razões o juiz Marcelo Bretas, da 7ª  Vara Federal do Rio de Janeiro, destaca a  “gravidade da prática criminosa de pessoas com alto padrão social, mormente políticos nos mais altos cargos da República, que tentam burlar os trâmites legais”.

Quatro dias após a primeira ordem de prisão, o desembargador Ivan Athié, do TRF2, concedeu liminar liberando o ex-presidente e Coronel Lima. Athié considerou insuficiente e genérica a fundamentação da prisão preventiva, uma vez que não apontava ato recente específico que demonstrasse tentativa de obstruir as investigações.

Deixe seu comentário: