Últimas Notícias > Colunistas > Governo gaúcho quer aprovar pacote até 17 de dezembro

Trensurb afasta funcionários que atearam fogo em trilhos durante manifestação

Sindicalistas tentaram interromper a circulação dos trens. (Foto: Divulgação/ Brigada Militar)

Seis funcionários da Trensurb envolvidos em um episódio durante as manifestações da greve geral desta sexta-feira (14), foram afastados. O diretor-presidente da Trensurb, David Borille, foi quem determinou o afastamento para apuração de falta grave.

Logo no início da manhã, a empresa foi surpreendida com essa ação, onde os sindicalistas tentaram interromper a circulação dos trens. Foi registrada uma ocorrência policial na Delegacia Policial de Pronto Atendimento de Canoas (DPPA).

Por meio de nota, a Trensurb informou que buscou judicialmente as condições de funcionamento para a data de hoje, tendo obtido duas liminares. Na visão do diretor-presidente “nenhuma das liminares foi atendida pelos sindicatos” e, quanto às obstruções na ferrovia na manhã de hoje, entende também constituir-se em crime ferroviário que deverá ser apurado na esfera judicial competente.