Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Lula diz que não sabe do que é acusado, volta a falar em farsa e a audiência do sítio fica tensa

Três pessoas morreram em um deslizamento em Niterói, no Rio de Janeiro

Bombeiros buscam vítimas sob escombros de desmoronamento em Niterói. (Foto: Reprodução de TV)

Três pessoas morreram e duas estão sob os escombros após um deslizamento atingir imóveis no Morro da Boa Esperança, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, na madrugada deste sábado (10).

“Choveu muito nos últimos dois dias. Niterói estava em estágio de atenção e alerta de acordo com a área e as comunidades estavam avisadas dessa situação, com recomendação para buscarem locais seguros”, disse o secretário estadual de Defesa Civil, comandante Roberto Robadey.

De acordo com o presidente da associação de moradores do Morro da Boa Esperança, Claudio dos Santos, alguns imóveis estavam interditados. A informação não foi confirmada pela Prefeitura até o momento. “As casas estavam isoladas pela Defesa Civil. Só que os moradores são complicados, não querem sair. Na sexta-feira mesmo a gente estava preocupado com essa chuva, mas só que aconteceu o que aconteceu, né”.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas fatais são duas senhoras de mais de 60 anos e um homem de 37. Quatro crianças também ficaram feridas no desmoronamento. Um bebê de oito meses, segundo a avó, está desaparecido. Os bombeiros não informaram a idade dos soterrados.

“Minha neta de oito meses está lá soterrada. Consegui tirar um neto meu que está no hospital e meus filhos estão no hospital. Tudo o que está acontecendo aí todo mundo sabia que ia acontecer. A Defesa Civil chegou a interditar as casas, falou que tomaria providência”, afirmou Rosemary Caetano da Silva.

No momento, cerca de 50 bombeiros de 6 quartéis estão no local. Segundo Robadey, o trabalho deve se estender por mais 48 horas. A Estrada Francisco da Cruz Nunes, próxima ao local, foi interditada. As vítimas estão sendo atendidas no Hospital Estadual Azevedo Lima. Antes da chegada do resgate, moradores levaram alguns sobreviventes ao Hospital Mario Monteiro.

Outra tragédia

No dia 7 de abril de 2010 a cidade de Niterói também sofreu com uma tragédia que marcou todo o estado do Rio de Janeiro. Quarenta e oito pessoas morreram no deslizamento de terra que soterrou centenas de casas no Morro do Bumba, uma comunidade situada no bairro de Viçoso Jardim.

O principal motivo para a catástrofe foi a construção de casas em um terreno instável, onde no passado havia um lixão. De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Niterói, é o primeiro deslizamento desde o caso do Morro do Bumba. “Desde 2013, a Prefeitura de Niterói investiu mais de R$ 150 milhões em obras de contenção em 50 encostas da cidade”, disse a comunicação da Prefeitura.

Deixe seu comentário: