Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Supremo autoriza Procuradoria-Geral da República a analisar maletas antigrampo apreendidas no Senado em 2016

Um debate no Memorial do Rio Grande do Sul resgata a trajetória dos movimentos feministas no Estado

Eventos dedicados ao tema prosseguem na instituição até o domingo. (Foto: Divulgação)

Nesta quinta-feira, às 19h, o Memorial do Rio Grande do Sul recebe o debate “Feminismos Contemporâneos (As Novas Gerações)”. Promovido pelo evento “Ocupação Feminista: O Tempo Não Para”, a atividade acontece no auditório da instituição, localizada na avenida Sete de Setembro nº 1.200 (antigo prédio dos Correios na Praça da Alfândega), Centro Histórico de Porto Alegre.

O objetivo é estimular a reflexão sobre a situação do movimento feminista no Estado, por meio de um panorama das principais iniciativas em torno do ideário feminista, resgatando e atualizado a temática no contexto das comemorações do Dia Internacional da Mulher.

Estarão na mesa diversos representantes de entidades: Priscila Voight (Casa de Referência Mulheres Mirabal), Irimara Peixoto (Maraaa Blogueiras Negras), a doutora em História Maria do Carmo Moreira Aguilar (UFRGS e Coletivo Atinúké), a doutoranda em Ciências Sociais Milena Cassal Pereira (Unisinos e Coletivo Atinúké).

Participam, ainda, a ativista e escritora Monique Prada e a artista plástica Priscila Fróes (Coletivo pela Educação Popular TransEnem), além de Denise Dora (ONG Themis). Rossana Klippel e Roberta Mello (Coletivo Feminino Plural). A entrada é franca.

Exposição

Já a exposição “Ocupação Feminista: O Tempo Não Para”, inaugurada em 9 de março, pode ser conferida até este domingo, no primeiro andar do Memorial do Rio Grande do Sul, das 13h às 17h.

Com curadoria de Ben Berardi, a mostra apresenta uma variedade de materiais gráficos e documentos relacionados ao movimento de mulheres no Estado: cartazes, banners, estandartes, documentos, fotos e obras de arte relacionadas às atividades das entidades em defesa da igualdade de gênero.

Nesta quarta e quinta-feira, às 14h, o segundo andar recebe a Semana de Estudos Feministas, organizada pela Ação Educativa do Memorial. Serão expostos, em formato de roda de conversa, pesquisas e trabalhos acadêmicos relacionados aos estudos da área de gênero e feminismos.

A atividade também é gratuita e conta com a apresentação de cerca de dez títulos, como “Mulheres Com Direito à Representação Política: Engajamento Feminino em Partidos Políticos no Rio Grande do Sul”, da acadêmica Gabriela Luiz Scapini.

Para o sábado, às 15h, está programado o Sarau Feminista, que marca o encerramento do evento. A atividade literária, musical e poética traz leituras e declamação de poesias, além de apresentações musicais. Participam Monique Britto (cantora e compositora), Mayte Cristine (blog literário Tem Visita) e Atena Beauvoir Roveda (escritora).

Organizadores

O evento tem realização do Memorial do Rio Grande do Sul, instituição da Secretaria da Cultura, em parceria com nove entidades representativas relacionadas à luta feminista no estado, que colaboraram na programação e colocaram seus acervos à disposição.

O evento tem como entidades parceiras a Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos, o Coletivo Feminino Plural, a Acmun (Associação Cultural de Mulheres Negras), a Igualdade (Associação de Travestis e Transexuais do RS), a LBL (Liga Brasileira de Lésbicas RS), a ONG Maria Mulher, a Marcha Mundial de Mulheres, a Casa de Referência Mulheres Mirabal e o Coletivo Atinúké.

(Marcello Campos)

 

Deixe seu comentário: