Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Governo estuda cobrar impostos de motoristas e de outros trabalhadores que prestam serviços para aplicativos

Um homem achou uma fortuna de 33 mil euros e os entregou à polícia de Berlim

Barras de ouro foram achadas e devolvidas. (Foto: Reprodução)

Uma maleta com 3,5 mil euros (o equivalente a mais de R$12 mil) e 22 barras de ouro foi encontrada debaixo de uma árvore em Berlim. As barras pesavam um quilograma e valiam 30 mil euros. Quem achou a pequena fortuna foi um homem cuja honestidade ganhou manchetes de jornal, uma vez que ele rapidamente entregou tudo à polícia.

O dinheiro e o ouro estavam no distrito de Neukoelln, uma das áreas mais pobres de Berlim. O dono da fortuna disse mais tarde à polícia que colocou a maleta no chão enquanto trancava a bicicleta e acabou se esquecendo dela.

Uma maleta com 3,5 mil euros (o equivalente a mais de R$12 mil) e 22 barras de ouro foi encontrada debaixo de uma árvore em Berlim. As barras pesavam um quilograma e valiam 30 mil euros. Quem achou a pequena fortuna foi um homem cuja honestidade ganhou manchetes de jornal, uma vez que ele rapidamente entregou tudo à polícia.

O dinheiro e o ouro estavam no distrito de Neukoelln, uma das áreas mais pobres de Berlim. O dono da fortuna disse mais tarde à polícia que colocou a maleta no chão enquanto trancava a bicicleta e acabou se esquecendo dela.

Chinesa é presa em aeroporto de Foz com 10kg de ouro

Cerca de 10 kg de ouro que estavam escondidos na bagagem de uma chinesa, de 62 anos, foram apreendidos no Aeroporto de Foz do Iguaçu, pela Polícia Federal e pela Receita Federal, na noite de quarta-feira (27). O metal avaliado em mais de R$ 1 milhão estava escondido em taças de alumínio.

Segundo a Receita, a suspeita começou quando a bagagem passou pelo equipamento de raio-x. Uma servidora notou que objetos semelhantes a taças de alumínio aparentavam uma densidade muito grande. A mulher iria à China fazendo uma conexão no Rio de Janeiro.

As taças estavam embaladas para presente. Ao analisar o material, os fiscais encontraram blocos de metal no fundo delas. Um acompanhante da chinesa confirmou que era ouro.

A chinesa foi presa por evasão de divisas. Na manhã desta quarta-feira, ela pagou fiança de quase R$ 95 mil e deverá responder pelo crime em liberdade.

Maior pepita de ouro exposta do mundo está em Brasília

Uma das opções de passeio para turistas, moradores e trabalhadores do centro de Brasília (DF) é o Museu de Valores do Banco Central do Brasil. A programação é oportunidade para aprender mais sobre a cultura e história do País – e do mundo – por meio do dinheiro e também se divertir com os elementos curiosos e raridades do acervo.

O destaque é a maior pepita de ouro exposta do mundo, um dos atrativos da visitação e que faz parte do acervo do Banco Central há mais de 30 anos. A pedra pesa 60,8 kg (desse total, são 52,3 kg de ouro contido) e foi encontrada em garimpo de Serra Pelada, na cidade de Canaã dos Carajás (PA), em 1983. Por esse motivo, foi apelidada de Pepita Canaã.

O Banco Central estima, levando em consideração a cotação do ouro, que o valor em espécie da pepita corresponda a quase R$ 7,5 milhões. A instituição destaca, porém, que o valor histórico da pepita, por tratar-se de peça única, é inestimável.

Dinheiro e história

A visita ao Museu de valores é também uma oportunidade para conhecer um pouco da história do Brasil e de outros países por meio do dinheiro.

O acervo conta com cerca de 125 mil peças, brasileiras e estrangeiras. A coleção contém itens dos mais antigos aos mais modernos meios de pagamento e formas de riqueza, entre condecorações, medalhas, documentos históricos, títulos públicos e particulares, como debêntures, ações, bônus, cheques, apólices, cartões de crédito. Há também os vales impressos ou cunhados, os jetons e os sinetes.

A coleção do espaço conta também com documentos e objetos que permitem entender como o progresso tecnológico da fabricação de dinheiro evoluiu ao longo do tempo. Matrizes de cédulas, cunhos, estudo de cores, discos monetários, desenhos originais de cédulas e moedas.

O museu oferece exposições permanentes e temporárias, desenvolve programas de integração com escolas, mantém serviços de atendimento a pesquisas na área numismática (ciência de estudo das moedas) e também promove exposições itinerantes. (AG/Portal Brasil)