Últimas Notícias > Notícias > Sem descanso no feriado, o Inter intensifica os preparativos para a sequência da Libertadores e a estreia no Brasileirão

Homem processa os próprios pais por terem descartado a sua coleção pornô

Nos anexos do processo, consta um e-mail trocado entre pai e filho, em que o progenitor diz que o filho tinha que agradecê-lo. (Foto: Reprodução)

Um homem de 40 anos do Estado de Indiana (EUA) está processando seus próprios pais por um motivo muito específico: o descarte ao lixo de uma coleção de itens pornográficos.

De acordo com matéria publicada pelo The Guardian, o homem – que não teve sua identidade revelada – entrou com uma ação no tribunal federal do Estado do Michigan, nos Estados Unidos, contra seus próprios pais por eles terem jogado fora sua coleção de itens pornográficos.

Segundo ele, a coleção era avaliada em US$ 29 mil (valor estimado em R$ 112 mil no Brasil) e continha vários itens, como filmes e revistas.

Nos anexos do processo consta um e-mail trocado entre pai e filho, em que o progenitor diz que o filho tinha que agradecê-lo. “Fiz um grande favor ao me livrar de todas essas coisas”, escreveu.

O homem de 40 anos já havia apresentado uma queixa à polícia, mas teve a denúncia barrada pelo promotor da cidade de Ottawa, no Estado do Illinois.

Como pagamento, o homem está buscando receber o triplo do valor que sua coleção era estimada. Ou seja, ele quer um retorno de algo em torno de US$ 87 mil (valor estimado em R$ 336 mil no Brasil).

A identidade do pai e da mãe do homem de 40 anos também não foi revelada.

Decoração de Páscoa

Uma mulher destruiu a decoração de Páscoa de seu vizinho em Clifton, no Estado americano de Nova Jersey, por considerá-la “sexy demais”.

Desiree Shepstone disse ter ficado chocada quando seu vizinho, um dentista, colocou 5 manequins vestidas como coelhinhas da Playboy no quintal, cercados por cestas e ovos de Páscoa.

Wayne Gangi, o dentista, já é conhecido na cidade por suas decorações festivas.

Desiree disse à TV local que tem um filho de 16 anos e “não quer que ele veja isso” toda vez que vai e volta da escola. Então, aproveitou a ausência do vizinho para destruir a decoração com uma tesoura de jardinagem.

Gangi disse que a decoração não tinha nada a ver com Páscoa, mas era uma homenagem a Hugh Hefner, fundador da Playboy, morto em 2017. Ele afirmou que vai reconstruir os manequins.

Manequins

Um americano se vingou de seu vizinho, que tinha reclamado do tamanho da cerca de sua casa, colocando vários manequins nus e uma placa provocativa no jardim. O caso ocorreu em Santa Rosa, na Califórnia.

Jason Windus estava construindo uma cerca de 2 metros em sua casa para poder soltar seus cachorros no jardim, quando recebeu uma carta da prefeitura afirmando que isso violava as posturas municipais, pois o limite é de um metro.

Windus questionou a prefeitura sobre como eles ficaram sabendo da construção da cerca, e a resposta foi que um vizinho tinha denunciado.

Impedido de construir a cerca do jeito que queria, ele então resolveu “se vingar” do vizinho e colocou os manequins “dando uma festa” no quintal, bem visíveis para a vizinhança.

Os manequins nus estão em torno de um barril com a inscrição: “reservado para o vizinho intrometido que reclamou da minha cerca para a prefeitura”.

Deixe seu comentário: