Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Linhas de ônibus ligarão a Lomba do Pinheiro e a Restinga ao Lami, na Capital

Um menino de 13 anos matou um amigo da mesma idade ao brincar com a arma do pai

A responsabilidade pelo ato recairá sobre o dono da espingarda, que responderá pela morte do garoto e por porte ilegal de arma. (Foto: Matheus Henrique/Arquivo Pessoal)

Um menino de 13 anos acabou matando outro adolescente, de mesma idade, quando brincava com uma espingarda calibre 20, na tarde da última quarta-feira (9), em Nova Mutum, distrito de Porto Velho (RO). De acordo com a PM (Polícia Militar), o jovem pegou a arma que pertence ao pai para mostrar ao amigo e acabou efetuando um tiro acidentalmente.

O menino ainda chegou a ser socorrido com vida, por familiares, té uma unidade de saúde localizada no distrito de Jaci-Paraná, mas não resistiu ao ferimento. O autor do disparo foi detido pela PM e encaminhado com os pais à Central de Polícia, em Porto Velho.

O proprietário da espingarda, segundo a PM, deve ser responsabilizado criminalmente, tanto pela morte quanto pelo porte ilegal da arma. O adolescente será apresentado ao delegado plantonista.

O acidente com arma, conforme relatos da PM, aconteceu por volta das 15h de quarta-feira. A vítima morava em uma casa vizinha à residência onde aconteceu o disparo e, conforme a polícia, costumava brincar com o amigo, sem desavenças ou rixas.

“A notícia que temos é que, em meio às brincadeiras, o filho do dono da casa pegou a arma do pai para mostrar ao amigo, só que a espingarda estava carregada”, informou, por telefone, um policial militar de Nova Mutum.

O pai do menino que efetuou o disparo não estava em casa na hora do acidente.

“Ele estava trabalhando nas terras do pai do menino que foi morto”, disse o PM.

A arma foi apreendida e o corpo do jovem morto foi removido ao IML (Instituto Médico Legal) na capital.

A responsabilidade pelo ato recairá sobre o dono da espingarda, que responderá pela morte do garoto e por porte ilegal de arma. “A notícia que temos é que, em meio às brincadeiras, o filho do dono da casa pegou a arma do pai para mostrar ao amigo, só que a espingarda estava carregada”, explicou um PM.

Fuga

Também em Porto Velho, uma mulher de 33 anos morreu ao levar um tiro no peito na noite de quarta, no bairro Eletronorte, na Zona Sul de Porto Velho. Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito é o ex-marido e assumiu o crime para o irmão.

De acordo com o registro, ao saber do crime, o irmão do suspeito acionou a polícia, enquanto isso, o homem fugiu e até a tarde desta quinta-feira (10) ainda não havia sido localizado. Com a chegada dos policiais, ele disse que o irmão confessou que havia matado a ex-mulher.

Os militares foram até a casa da vítima e encontraram o corpo da vítima. Um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência constatou a morte dela. A perícia foi acionada e verificou que a mulher levou um tiro no peito. O IML foi o responsável por remover o corpo. O crime será investigado pela delegacia de homicídios. (AG)

 

Deixe seu comentário: