Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Donald Trump recebe na Casa Branca os astronautas sobreviventes da missão Apollo 11

Motorista de aplicativo de transporte foi encontrado morto a tiros em Gravataí

A chave do carro da vítima permanecia na ignição e as portas traseiras estavam abertas. (Foto: Reprodução)

No início da madrugada desse domingo, um motorista de aplicativo de transporte particular foi encontrado morto em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com o CPM (Comando de Policiamento Metropolitano), o homem estava no chão, junto ao seu veículo, um Fiat Uno prateado, e apresentava sinais de tiros na cabeça.

Até o fim desse domingo, a identidade da vítima – aparentemente jovem – ainda não havia sido confirmada, bem como possíveis suspeitos ou a motivação do crime. A chave do carro permanecia na ignição e as portas traseiras estavam abertas, mas até o momento não está claro se houve furto ou roubo de pertences.

Os policiais chegaram ao local, no bairro Fazenda Vargas, após uma ligação para o serviço 190. O caso será investigado pela DHPP (Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa) de Gravataí. Na mesma cidade, um crime bastante parecido foi registrado no dia 22 de fevereiro.

Na ocasião, Caroline Nogueira Rodrigues, 36 anos, foi morta em Gravataí com diversos disparos de pistola na cabeça. A perícia apontou que o corpo, encontrado na Estrada Rincão da Madalena, também apresentava sinais de luta corporal. O carro acabou localizado a 2 quilômetros de distância do local do crime.

Antes, em janeiro, um rapaz de 22 anos que também prestava esse tipo de serviço sobreviveu aos cinco tiros que recebeu do cliente de uma corrida particular, no bairro Rincão da Madalena. Ele estava em sua casa quando foi chamado por um indivíduo que costumava contratar o serviço “por fora” (sem registro no aplicativo). Durante o trajeto, o suspeito puxou o freio de mão do veículo, sacou uma arma e efetuou vários disparos.

Estância Velha

Por volta das 23h desse sábado, um motorista do aplicativo Uber foi alvo de tentativa de latrocínio no bairro Campo Grande, em Estância Velha. Morador de Novo Hamburgo, ele detalhou à imprensa local que o ataque teve como autores um homem e uma mulher que havia solicitado a corrida nas imediações da estação rodoviária de São Leopoldo.

Segundo a vítima, o casal apresentou “conversas e atitudes suspeitas” durante o trajeto – incluindo o fato atípico de o homem sentar no banco de trás e a mulher no banco do carona. Ao chegar ao destino, o assalto foi anunciado e em seguida vieram ao menos quatro facadas no condutor do veículo – duas no lado direito do tórax, uma no braço e outra no antebraço.

O motorista, de 27 anos, contou que escapou um desfecho fatal porque conseguiu segurar com a mão esquerda a faca do homem, até quebrar a lâmina, o que resultou em vários pontos na mão mas salvou a sua vida. A dupla acabou fugindo com o celular e o veículo, um Fiat Sena de cor preta, recuperado horas depois em uma rua do bairro Primavera, em Novo Hamburgo.

Após ser socorrido por populares e comerciantes da área, a vítima recebeu atendimento em um hospital da região, foi liberada com uma série de pontos nas partes do corpo cortadas e perfuradas.

(Marcello Campos)

Deixe seu comentário: