Últimas Notícias > Capa – Você viu > Transmissão do governo do Paquistão é feita com “filtro de gato”

Prédio em Londres terá piscina de borda infinita na cobertura

Projeto da piscina de borda infinita em Londres. (Foto: Divulgação/Compass Pool)

Gosta de fortes emoções? Então você vai ser um dos entusiastas de uma nova atração em Londres que, caso se confirme, será inaugurada em até dois anos. Segundo a Compass Pools, uma piscina infinita , com vistas de 360º na cobertura de um prédio da capital inglesa, está nos planos da empresa.

A Infinity Pool, como foi batizada, será uma piscina de 600 mil litros no topo de um edifício de 55 andares, feita de acrílico fundido e laterais e pisos transparentes, para que os visitantes do prédio possam ver quem estiver nadando acima deles.

Eles poderão acessar a piscina através de uma escada em espiral rotativa, em um esquema baseado em portas de submarinos.

“Enfrentamos alguns grandes desafios técnicos para este edifício, o maior deles é como realmente entrar na piscina”, disse o designer e diretor técnico ao Compass Pool, Alex Kemsley, em uma entrevista no site da empresa.

A piscina também será equipada com um anemômetro embutido para monitorar a velocidade do vento, e será ligada a um sistema que regulará a temperatura da piscina e garantirá que a água não caia na rua.

Fachada translúcida

Arquitetos do escritório Department of Architecture Co. criaram uma fachada translúcida que brilha conforme a luz para o Little Shelter Hotel, na cidade de Chiang Mai, na Tailândia. A estrutura feita de madeira e telhas de policarbonato dispostas como escamas de peixe é uma homenagem à arquitetura local.

Ao fundir as telhas de madeira com folhas de policarbonato translúcido do mesmo tamanho, os profissionais procuraram explorar a possibilidade de incorporar novos materiais em um sistema existente, dando origem a uma superfície arquitetônica contemporânea e ao mesmo tempo profundamente enraizada na tradição.

A combinação de elementos é particularmente evidente na fachada de entrada do hotel, onde a parte superior é composta de telhas de madeira maciça que se misturam com as telhas de policarbonato em uma espécie de degradê na parte inferior.

“Apesar de trabalhar com o sistema de telha tradicional, a superfície de translucidez ininterrupta é obtida por um projeto especial de detalhes usando pinos translúcidos e parafusos transparentes especiais”, explicam os arquitetos em entrevista ao Designboom. “A fachada cintila ao sol quando a luz toca diferentes grãos de material.”

Durante o dia, a luz natural atravessa a fachada, criando uma atmosfera interior variada em diferentes momentos, enquanto, à noite, as luzes do interior transformam o edifício em uma lanterna brilhando na margem do rio.

 

Deixe seu comentário: