Últimas Notícias > Capa – Você viu > Disparada do Dólar pode impulsionar vendas no Brasil

Vai começar o debate

Daniel Kieling será o diretor de Inclusão Produtiva no Ministério da Cidadania. (Foto: Divulgação)

O vereador André Carus, eleito por aclamação ontem para presidir a executiva do MDB de Porto Alegre, substituindo Antenor Ferrari, fará na terça-feira a primeira reunião do diretório. Aceitará pedidos em favor da saída do partido da gestão Marchezan e vai encaminhá-los para debate.

Há uma contradição

A manifestação unânime na convenção de ontem foi no sentido de ter candidato próprio à Prefeitura. A contradição está no fato de o MDB continuar integrando o Executivo. A alegação de Carus é que o partido precisa apoiar projetos que visem a melhoria da cidade. Desconsidera um fato: votar com o governo não significa que deva ocupar cargos.

Correu por fora

Sexta-feira à noite, surgiu a candidatura de Alexandre Borck, com apoio de Eliseu Padilha, Antonio Hohlfeldt, Eduardo Krause, José Fogaça, Antenor Ferrari, entre outros, para concorrer com Carus. Nos bastidores, a contagem apontava 18 votos do total de 45, favoráveis a Alexandre que, ontem, recuou para não criar cisão. Ele continuará como secretário geral da executiva, cargo que ocupa há quatro gestões.

Ampla maioria

Para escolha do novo diretório do MDB em Porto Alegre, houve 265 votos a favor da chapa única, 13 contrários, seis brancos e um nulo.

Os vereadores Mendes Ribeiro e Valter Nagelstein, mesmo já tendo anunciado a saída do partido, foram incluídos como membros do diretório.

É pouco

Se o MDB não se coligar com outros partidos para eleições majoritárias do próximo ano, terá 47 segundos em cada programa de propaganda eleitoral de rádio e TV.

Presença ampliada

Ontem, o MDB realizou convenções em 481 municípios do Estado. Ao longo da semana, haverá mais 11. Serão 492 do total de 497 municípios.

Para qualificar

No 2 de setembro, Daniel Kieling assumirá o cargo de diretor de Inclusão Produtiva no Ministério da Cidadania, que abrirá 800 mil vagas de qualificação profissional para jovens do Bolsa Família em todo o país. Kieling, formado em Gestão Pública e pós-graduado em Gestão Municipal, exerceu a presidência da Juventude do MDB gaúcho, a direção de Assuntos Municipais do governo Sartori e a chefia de gabinete do deputado Tiago Simon.

Virou uma febre

Confusão também no PSL de Santa Catarina: o governador Carlos Moisés da Silva pediu a expulsão dos deputados estaduais José Lopes e Ana Campagnolo. A bancada tem seis integrantes na Assembleia Legislativa.

Vem de longe

A 25 de agosto de 1999, o secretário especial do Gabinete de Orçamento e Finanças do Governo do Estado, Ubiratan de Souza, admitiu que “o aumento salarial seria um ato irresponsável”. Ele garantiu, também, que não havia necessidade de o governo incluir na proposta orçamentária previsão de recursos para reajuste salarial aos servidores públicos.

Criar condições

Ubiratan acrescentou: “Quando o Estado estiver com as finanças equilibradas e em condições de aumentar os salários dos funcionários, poderá remeter um projeto de lei com esse objetivo à Assembléia. É necessário garantir os recursos para não criar falsa expectativa entre os milhares de servidores públicos do Rio Grande do Sul.”

Anotará tudo

A partir de amanhã, secretários estaduais fazem plantão na Expointer. Juvir Costella, de Logística e Transportes, é um deles. Portas abertas para prefeitos e vereadores.

Aprendizado página por página

Entre políticos e economistas, o livro preferido no momento é “Reviravolta – Como Indivíduos e Nações Bem Sucedidas se Recuperaram das Crises”, de Jared Diamond, professor da Universidade da Califórnia.

É o giro do carrossel

Deu no site: Bolsonaro muda discurso e retira carta branca prometida a Moro.

Deixe seu comentário: