Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Economia > Bolsonaro vai manter os saques do FGTS, apesar da preocupação de empresários

Vale tem nova barragem suspensa pela Justiça

CPI irá averiguar causas e responsáveis pelo rompimento da barragem em Beumadinho (MG). (Foto: Reprodução de TV)

Mais uma barragem da Vale teve as operações suspensas pela Justiça. A mineradora não poderá atuar no Dique III do complexo minerário de Vargem Grande, em Nova Lima (MG), enquanto não comprovar a segurança no local.

A decisão foi do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que deu 10 dias para contratação de uma auditoria técnica independente. A contratada deverá elaborar relatório sobre a real situação de estabilidade da estrutura. Dentre outras medidas, um plano de segurança também deverá ser apresentado, no prazo de 15 dias. O documento precisará conter a lista das pessoas que estão em área localizada a menos de 10 quilômetros da barragem.

A suspensão pelo TJMG atende um pedido do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que contou com documentos informando a necessidade de rever os relatórios de segurança. Os textos foram assinados pela Tüv Süd, mesma empresa que atestou a estabilidade da barragem que se rompeu em Brumadinho.

Em nota, a Vale afirmou que a decisão não traz impacto adicional na sua produção, pois a barragem já estaria com as atividades interrompidas.

Deixe seu comentário: