Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Homem é assassinado a tiros em Cachoeirinha

Veja as novidades da prova do Enem para este ano

A taxa de inscrição deste ano será de R$ 85, R$ 3 a mais do que a última edição, mas alunos que se encaixam em alguns critérios podem solicitar a isenção e fazer a prova gratuitamente. (Foto: EBC)

O Inep (Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou nesta segunda-feira (25) o edital do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2019. O documento completo pode ser acessado na página do exame. Conforme já havia sido divulgado, a prova acontecerá em dois domingos consecutivos, dias 3 e 10 de novembro. O período de inscrições vai do dia 6 a 17 de maio.

A taxa de inscrição deste ano será de R$ 85, R$ 3 a mais que a última edição, mas alunos que se encaixam em alguns critérios podem solicitar a isenção e fazer a prova gratuitamente. O pagamento da taxa deve ser feito entre os dias 6 e 23/5

Isenção

O período para pedido de isenção é a primeira data que consta no cronograma do Enem 2019. Do dia 1º a 10/4, alunos que se encaixarem nos seguintes grupos podem solicitar o benefício: estudantes que estejam no último ano do Ensino Médio e estudem na rede pública de ensino; estudantes que tenham cursado integralmente o Ensino Médio na rede pública ou na rede privada na condição de bolsista e que comprovem renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e estudantes cadastrados no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) e que declarem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

A partir do dia 17/4, os candidatos que solicitaram a isenção poderão consultar se foram contemplados na página do participante, no site do Enem 2019. Caso contemplado, o candidato não estará automaticamente inscrito no Enem e, assim como o restante, deverá realizar a inscrição entre os dias 6 e 17/5.

É importante lembrar que os candidatos que solicitaram e foram contemplados pela isenção na edição passada, mas que não foram fazer a prova, devem justificar a ausência entre as 10h do dia 1º/4 e as 23h59min do dia 10/4. A justificativa deve ser feita no site do Enem, e o candidato precisa anexar documentos oficiais que comprovem o motivo da falta. Os documentos que serão aceitos estão no anexo II do edital. Caso o candidato não se justifique ou a justificativa não seja aceita, ele terá que pagar a taxa de inscrição desta edição.

Acessibilidade

A novidade desta edição é que os candidatos surdos, deficientes auditivos e surdocegos poderão indicar logo na inscrição se fazem uso de aparelho auditivo. A solicitação de atendimento especializado ou específico, no entanto, deverá ser feita separadamente, entre os dias 6 e 17/5. Além de oferecer auxílio, o Enem permitirá que essas pessoas façam uso de material próprio. Para comprovar a necessidade, o candidato precisará anexar atestado médico indicando qual o código da condição que motivou a solicitação. Mais detalhes podem ser consultados no edital.

Uso do nome social

Do dia 20 ao dia 24/5, candidatos e candidatas travestis ou transexuais que desejam ser atendidos pelo nome social podem solicitar por meio do site do Enem. Deve-se anexar uma fotografia atual, nítida, individual, colorida e com fundo branco que enquadre desde a cabeça até os ombros, de rosto inteiro, sem o uso de óculos escuros e artigos de chapelaria. Além disso, deve enviar também uma cópia digitalizada, frente e verso, de um dos documentos de identificação oficial com foto.

Provas

Assim como no ano anterior, a prova ocorrerá em dois domingos. No primeiro, 3/11, serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias e a Redação. Neste dia, os portões serão fechados às 13h e a prova vai até as 19h. No segundo dia, 10/11, os candidatos responderão as questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Na entrada, os portões fecham no mesmo horário, mas a prova vai até as 18h30min.