Últimas Notícias > Notícias > Brasil > A ministra do Supremo Rosa Weber decidiu liberar para plenário ações que contestam o fatiamento de impeachment da ex-presidente Dilma

A construção de um viaduto vai reduzir os congestionamentos na ERS-040 em Viamão

Governador Sartori autorizou início da construção do elevado que vai desafogar o trânsito da região em Viamão. (Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini)

O governador José Ivo Sartori assinou, nesta quarta-feira (13), a ordem de início da construção do elevado no quilômetro 11 da ERS-040, no entroncamento com a 118, em Viamão. A obra é uma reivindicação antiga da comunidade para reduzir os congestionamentos na rodovia – que aumentam principalmente no verão -, uma das principais rotas entre a Região Metropolitana e o Litoral Norte.

Os serviços serão executados pela EGR (Empresa Gaúcha de Rodovias), que administra o trecho, com previsão de entrega em 12 meses. O investimento é de aproximadamente R$ 16 milhões, arrecadados pela praça de pedágio de Viamão. O viaduto terá vão livre de 5,5 metros e pista dupla, prevendo futura duplicação da rodovia.

“Todo mundo sabe como fica esse trecho, principalmente no veraneio, completamente congestionado. Do jeito que está, não pode ficar. Vamos começar as obras logo”, afirmou o governador, acompanhado pelo vice José Paulo Cairoli. Sartori também salientou a importância de qualificar a infraestrutura da região: “A 118 é prioridade número um do nosso governo. O grande desafio era retomarmos todas as atividades da 118. Acredito que em três anos e meio conseguimos avançar bastante. Estamos indo para a fase final e não podia faltar, através da EGR, a oportunidade de conectarmos tudo isso ao viaduto, que passa a ser extremamente importante à circulação dos veículos e à fluidez do trânsito regional”, acrescentou o governador.

Reivindicação da comunidade

“Vamos atender ao anseio da comunidade. O governo sempre esteve ciente dos congestionamentos, principalmente no período do verão. Passamos por dificuldades financeiras, mas conseguimos dar andamento a obras importantes, como a ERS-118, que avança com velocidade e qualidade e deve ser finalizada ainda este ano”, informou o secretário dos Transportes, Humberto Canuso.

De acordo com o diretor-presidente da EGR, Nelson Lidio Nunes, desde que a empresa assumiu a concessão do trecho, repassada pelo Daer (Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem) em dezembro de 2017, o projeto foi reanalisado. “Readequamos para dentro da faixa de domínio da EGR e conseguimos reduzir o valor da obra de R$ 41 milhões para cerca de R$ 16 milhões, sem nenhuma desapropriação”, argumentou.

A Secretaria dos Transportes e a EGR receberam a licença ambiental para a construção do viaduto em abril deste ano. O documento, emitido pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental, atesta a viabilidade do empreendimento e autoriza o início das obras.

Duplicação 

Somando os investimentos desde 2015 até agora, o governo do Estado, por meio da Secretaria dos Transportes e do Daer, aportou mais de R$ 82 milhões na ERS-118. Ao todo, são 22,4 quilômetros em obras ou em processo de licitação. O trecho vai do entroncamento da BR-116, em Sapucaia do Sul, até o encontro com a Freeway (BR-290), em Gravataí.

Em alguns trechos da duplicação está sendo usada uma tecnologia inédita no Brasil: a máquina fragmentadora ressonante de concreto, para recuperar o lote 2 (do quilômetro 5 ao 11) da ERS-118. O equipamento, trazido dos Estados Unidos, gera economia para o Estado ao utilizar tecnologia ressonante que fragmenta blocos de concreto e os reaproveita na reconstrução do trecho.

A duplicação da ERS-118 integra o Acordo de Resultados 2018, assinado por todas as secretarias e vinculadas e que consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários pelo governo do Estado. Os compromissos envolvem o planejamento de indicadores de desempenho, ações e eficiência da gestão.

 

 

Deixe seu comentário: