Últimas Notícias > Colunistas > Armando Burd > Quando falta dinheiro

Viagem para a Venezuela só de ida? Luciano Hang paga

O empresário Luciano Hang tem conversado com o presidenciável Jair Bolsonaro. (Foto: Divulgação)

O empresário Luciano Hang, dono da Havan, publicou nas redes sociais uma chamada anunciando que vai oferecer passagens aéreas apenas de ida para a Venezuela, com 50% de desconto, tudo pela sua agência de viagem. A promoção aceita a inscrição apenas de passageiros filiados ao PT, PSol, PCdoB e PSTU. Hang garante que paga paga a diferença. O embarque será via Manaus, dia 29, um dia depois das eleições, às 3h da manhã.

PSL terá dinheiro para se estruturar

O crescimento da bancada do PSL na Câmara dos Deputados, que poderá levá-lo inclusive a eleger o presidente da Casa, também traz mais recursos para o partido. O maior número de votos e deputados do PSL dará ao partido a maior fatia do Fundo Partidário a partir do próximo ano. Levantamento feito pelo Estado, com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral, mostra que o PSL receberá em torno de R$ 110 milhões em recursos do fundo. O valor é mais de 17 vezes maior que o embolsado pela sigla em 2017, quando recebeu R$ 6,2 milhões.

Manuela retirou propostas polêmicas

Para se adequar ao novo figurino light da chapa do candidato Fernando Haddad, a vice Manuela D’Ávila (PCdoB) deixou de lado algumas de suas propostas. Dentre elas estão duas de suas principais bandeiras: a descriminalização do aborto e a tributação das drogas.

Prefeitos e vices do PP com Sartori

Embora oficialmente o PP esteja coligado com o candidato tucano Eduardo Leite, um grupo de prefeitos e vices do partido prepara um almoço para reunir os aliados das candidaturas de José Ivo Sartori e Jair Bolsonaro. Neste final de semana, o prefeito de Santa Cruz do Sul, Telmo Kirst, ,já sinalizou o apoio a Sartori. Gravou inclusive um depoimento que será utilizado na propaganda eleitoral.

A cassação de Zé Nunes

Sentença de primeiro grau da Justiça Federal que condenou o deputado estadual – reeleito – José Nunes (PT) por irregularidades praticadas quando ocupou a prefeitura de São Lourenço do Sul, alcançou também o seu mandato de deputado: “A suspensão dos direitos políticos é pena que se impõe, pelo prazo de 6 (seis) anos, pelos atos que causaram dano ao erário, e 3 (três) anos, quanto à conduta que infringiu os princípios que regem a Administração Pública, já que o agente praticou os atos no exercício do mandato de Prefeito Municipal, tendo, portanto, caráter retributiva e pedagógica (…) ” Ainda resta ao deputado, recorrer ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

O voto de Bolsonaro na questão dos deficientes

O candidato Fernando Haddad (PT) retirou uma postagem que indicava que Jair Bolsonaro votara contra um projeto de lei beneficiando pessoas com deficiência. Haddad foi alertado que na verdade, Bolsonaro se absteve de votar. Para evitar direito de resposta, retirou a fake news.

Deixe seu comentário: