Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
32°
Fair

Brasil Votação do segundo turno da reforma da Previdência ficará para agosto

(Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Na última sexta-feira (12), após o primeiro turno da análise da proposta ser finalizado, o texto que passou pela comissão especial está pronto para ser analisado no plenário da Câmara em segundo turno. A etapa fica para depois do recesso parlamentar, que começa nesta quinta (18).

Preocupado com a possibilidade de quórum baixo, para a votação nesta semana, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, definiu a data do segundo turno somente para o dia 6 de agosto. De acordo com ele, a ideia é também evitar as pressões para que os parlamentares mudem de ideia.

No segundo turno, os deputados não podem alterar mais nada no texto a ser analisado. Nessa etapa, serão votadas as chamadas “emendas supressivas”, que retiram trechos do texto. Caso aprovada em segundo turno, passará para o Senado. Lá, o texto irá para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois para o plenário. A votação também acontecerá em dois turnos: para que a reforma seja aprovada, serão necessários ao menos 49 votos – o que significa a aprovação de 60% dos senadores – nas duas ocasiões.

Voltar Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

Presos que ficavam em frente ao Palácio da Polícia são transferidos para área próxima ao IPF
Quatro crianças dirigem mais de mil quilômetros na Austrália depois de fugir de casa
Deixe seu comentário
Pode te interessar