Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > A Argentina investiga se houve uma explosão no local onde o submarino desapareceu

YouTube Kids anuncia medidas para proteger crianças de conteúdos inapropriados

Um dos vídeos denunciado é o da personagem Peppa Pig sendo torturada no dentista. (Foto: Reprodução)

O Google está tomando iniciativas para aumentar a segurança de crianças após vídeos com conteúdo impróprio chegarem ao YouTube Kids. Nos últimos meses, a plataforma de vídeos voltada para os pequenos sofreu diversas críticas e denúncias da mídia especializada por conta da presença de vídeos com conteúdo assustador ou estranho a essa faixa etária.

Por isso, o YouTube Kids lançou uma atualização que implementa novas medidas para manter as crianças longe de conteúdos impróprios.

Agora é possível reportar vídeos considerados inapropriados para a seção infantil da plataforma. Dessa forma, todos os conteúdos sinalizados pelos usuários serão avaliados pela equipe do serviço antes de serem removidos. Caso o usuário esteja logado quando realizar a denúncia de um vídeo, o conteúdo em questão será automaticamente bloqueado para visualização no YouTube Kids.

Há também um sistema novo de temporizador, que limita o tempo em que os pequenos podem assistir aos vídeos no app, ideal para que os pais controlem quanto tempo que seus filhos podem passar em frente ao dispositivo móvel.
Além disso, em alguns países específicos também foi adicionado um modo de moderação de conteúdos para que os pais selecionem canais considerados inadequados para as suas crianças.

Outra novidade do update fica por conta do gerenciamento de perfis. Com ele, é possível configurar diferentes níveis de conteúdos mais recentes ou mais antigos para cada usuário de forma independente.

Por fim, para evitar eventuais brechas na ferramenta de pesquisa, os pais podem simplesmente desativar a barra de busca no topo do YouTube Kids e, dessa forma, limitar o acesso apenas aos vídeos em destaque e aqueles que estão divididos por categorias predeterminadas. Com isso, o objetivo é evitar de forma mais efetiva que conteúdos inapropriados sejam exibidos de forma acidental.

Casos denunciados
Em uma dessas produções denunciadas, a personagem Peppa Pig é torturada no dentista. Em outros vídeos, há a presença de armas, atropelamentos e outros tipos de violência usando personagens da Disney, Marvel e outras empresas.

De acordo com o site Mashable, o YouTube mudou sua política em agosto para restringir o uso de personagens famosos, como Elsa (Frozen) e Homem-Aranha. Esse tipo de conteúdo não pode utilizar anúncios para ser rentabilizado – o que desmotivaria sua criação.

Agora, esse tipo de conteúdo sinalizado para adultos no aplicativo principal será bloqueado no YouTube Kids. A nova política de serviço do YouTube vai aplicar restrições a conteúdo que faça “uso inapropriado de personagens de entretenimento familiar”.

O serviço de vídeos também irá avaliar os seguintes critérios: linguagem vulgar, violência e imagens perturbadoras, nudez e conteúdo sexualmente sugestivo, retrato de atividades perigosas ou prejudiciais.

A empresa ainda promete utilizar inteligência artificial e aprendizado de máquina (machine learning, em inglês) para prevenir o acesso a conteúdo danoso.

 

Deixe seu comentário: