Sexta-feira, 03 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair / Wind

Capa – Fama & TV Marido de Caroline Bittencourt diz à polícia que “grandes ondas” impediram resgate da modelo

Vítima caiu de lancha durante vendaval no litoral norte de SP. (Foto: Denilson Santos/AgNews)

O relato feito pelo empresário Jorge Sistini à polícia, após a localização do corpo da esposa, Caroline Bittencourt, no mar, aponta que “devido as grandes ondas” a modelo foi perdida de vista durante a tentativa frustrada de resgate durante o vendaval que o litoral norte de São Paulo. Caroline foi cremada na tarde de terça-feira (30) em Embu das Artes (SP).

O portal de notícias G1 teve acesso ao boletim de ocorrência registrado por Jorge na segunda-feira (29), depois que o corpo foi encontrado perto da praia das Cigarras, em São Sebastião – a cerca de 4 quilômetros de onde ela tinha sido vista pela última vez.

O empresário, que ainda não deu entrevistas sobre o assunto, declarou à polícia que ele e a mulher navegavam pelo canal de Ilhabela, perto da marina Igarerecê, na altura do bairro Pontal da Cruz, em São Sebastião, quando “em razão dos ventos fortes, a vítima veio a cair no mar”.

Essa versão desmente o boato que dá conta que ela teria pulado na água para resgatar um cachorro.

Jorge contou ainda à polícia que ficou no mar por cerca de duas horas, tentando achar a esposa, quando foi resgatado por uma lancha particular que o encontrou.

Inquérito

Um inquérito foi instaurado na terça-feira para investigar a morte da modelo. Jorge será chamado a prestar depoimento ao delegado. A data não foi definida ainda.

O delegado Wanderley Pagliarini, responsável pelo inquérito, já adiantou que considera que houve uma “tragédia”.

“Nosso trabalho policial tem como foco avaliar se houve alguma irregularidade ou crime. Sabemos que o acontecimento se resume numa tragédia, mas o estado é responsável por apurar o que e como ocorreu efetivamente”, disse.

Além de Jorge, outra testemunha também deve ser ouvida: o marinheiro Roberto Tenório, que salvou o empresário. A Marinha também faz uma investigação paralela, no âmbito administrativo, e fez uma perícia na embarcação que levava o casal na manhã de terça-feira. Nenhuma informação sobre o trabalho foi divulgada pela Capitania dos Portos de São Sebastião.

Mala

Turistas encontraram nesta quarta-feira (1º) uma mala com as iniciais da modelo Caroline Bittencourt em cima de uma pedra na ilha do Tamanduá, em Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo. A modelo morreu no domingo (28) após cair no mar durante um vendaval em Ilhabela (SP).

Em 2017, Caroline postou no Instagram uma foto em um aeroporto utilizando uma mala com as mesmas características da que foi encontrada. Na legenda, ela ainda reforçou aos seguidores que o item era personalizado.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Fama & TV

Juju Salimeni surpreende fãs ao revelar que tem depressão: “Nunca falei sobre isso”
Billboard Music Awards 2019: Halsey faz apresentação cênica de “Without Me” 
Deixe seu comentário
Pode te interessar