Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
28°
Fair

Capa – Caderno 1 17 postos de saúde em Porto Alegre fecham após anúncio de extinção do Imesf

Funcionários do Imesf se concentraram em frente à prefeitura nesta segunda-feira (23) para protestar contra a decisão. (Foto: Divulgação/Sindisaúde)

Pelo segundo dia consecutivo, postos de saúde de Porto Alegre fecharam ou tiveram atendimentos restritos nesta quarta-feira (18). A prefeitura anunciou nesta terça-feira (17) a criação do plano emergencial, que extinguiu o Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (Imesf) pois, segundo o Supremo Tribunal Federal (STF), ele estava atuando de forma inconstitucional. O Sindisaúde discorda da medida adotada pelo município e realizou um protesto na manhã de hoje.

Após a manifestação, alguns trabalhadores foram até a Câmara de Vereadores. Eles foram recebidos pelos líderes das bancadas. Ficou definido um novo encontro na segunda-feira (23), entre funcionários, prefeitura e integrantes das comunidades, para tentar uma futura solução. A situação preocupa os sindicalistas pois foram 17 unidades de saúde fechadas hoje, o que ocasionou em 88 mil pessoas com atendimento lesado. Devido à falta de funcionários, mais algumas unidades chegaram a fechar durante a manhã, mas reabriram mais tarde.

A Capital tem 140 postos de saúde, sendo que 77 são do Imesf. O instituto é composto por 264 equipes de agentes comunitários, médicos e técnicos, além de dentistas, que atendem cerca de 500 mil pessoas.

Todas de Capa – Caderno 1

Compartilhe esta notícia:

Porto Alegre foi atingida por mais de 300 raios nessa terça-feira
Prefeitura de Porto Alegre firma parceria com app Waze
Deixe seu comentário
Pode te interessar