Quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

Capa – Caderno 1 Arrascaeta não quer ser poupado contra o Grêmio e diz: “Estou voltando agora”

Jogador do Flamengo vem de contusão. (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

O empate com o Vasco expôs alguns problemas no Flamengo. Um deles é o desgaste físico de alguns jogadores rubro-negros. Por isso, contra o Grêmio, neste domingo, o técnico Jorge Jesus pode poupar mais titulares que o habitual. Quem quer jogar é o uruguaio Arrascaeta, que voltou no meio de semana após se recuperar de dores no joelho.

“Eu preciso jogar domingo, estou voltando agora. Nosso time vem em uma sequência, com uma metodologia do nosso treinador de não poupar ninguém. Todo mundo que estiver à disposição vai para o jogo. Temos a final da Libertadores, mas também é muito importante para nós essa reta final desse campeonato. Acho que não vai ser diferente”, disse.

Arrascaeta falou sobre o reencontro contra os gremistas após a semifinal da Libertadores. O Flamengo eliminou os gaúchos com uma goleada de 5 a 0 no Maracanã.

“Não tenho dúvida que o time deles vai se doar muito, vai com tudo a cada jogada, dividida. Temos que ir preparados para fazer o jogo, tentar jogar da mesma forma. Tentar tirar proveito dos mínimos detalhes, onde se faz diferença”, declarou.

Para a partida contra o Grêmio, Jorge Jesus já não poderá contar com os volantes Willian Arão e Gerson, além do atacante Bruno Henrique, todos suspensos. Outros titulares, principalmente do setor defensivo, podem ser poupados para o jogo.

Com 78 pontos, o Flamengo não pode ser campeão nesta rodada. No entanto, os rubro-negros vão em busca de um bom resultado para se aproximarem mais do título do Campeonato Brasileiro.

Reservas contra o Grêmio

O clima no clube, entretanto, revela que o planejamento da comissão técnica está priorizando a competição continental. “É verdade que o jogo do Grêmio antecede a final que toda a nação do Flamengo sonha. Portanto, temos que pensar, mas a equipe não será a mesma, temos três jogadores suspensos. Vamos olhar o que é mais importante para o clube, que está próximo de conquistar dois títulos. Vamos pensar uma forma para que o time não fique desequilibrado e possa somar pontos contra o Grêmio”, afirmou o técnico Jorge Jesus em sua coletiva no Maracanã após o clássico.

Três jogadores que entraram em campo pendurados, Bruno Henrique, Gerson e William Arão, receberam o terceiro amarelo e, suspensos, nem viajarão à capital gaúcha. Além deles, são cotados para serem poupados um zagueiro, Rodrigo Caio ou Pablo Marí, e um lateral Filipe Luís ou Rafinha.

No ataque, Vitinho, Reinier e Gabigol são presença quase certas, assim como Piris da Motta como primeiro volante. As maiores dúvidas estão no meio de campo, já que Everton Ribeiro tem sido uma das peças mais utilizadas e não teve descanso nas últimas rodadas, Arrascaeta ainda não está 100% fisicamente, e Diego, que voltou a ser relacionado nas últimas partidas após longa ausência por lesão, ainda não atuou mais que poucos minutos entrando no final de alguns jogos. Nenhum dos três deve atuar os 90 minutos, mas a definição de quem estará nos 11 iniciais só deve ser divulgada momentos antes da partida.

Final da libertadores

A Conmebol divulgou na noite da última sexta-feira a lista de normas de segurança para a final da Libertadores. No acesso ao Estádio Monumental de Lima, a polícia peruana vai monitorar a entrada dos torcedores de Flamengo e River Plate, além de aplicar o teste do bafômetro em pessoas que aparentem ter consumido álcool.

“O pessoal da Polícia Nacional do Peru contará com medidores qualitativos de ar expirados, para aplicar aleatoriamente o teste do bafômetro às pessoas das quais possa-se presumir estarem sob a influência de álcool, procedendo a negar sua entrada e providenciar sua retirada, caso resulte positivo”, publicou a Conmebol.

Torcedores que não aceitarem se submeter ao teste serão impedidos de entrar no estádio. O porte de objetos pontiagudos e afiados, armas de fogo e dispositivos pirotécnicos também resultam na proibição de assistir a partida.

As normas impostas pela Conmebol têm como base a Lei peruana Nº 30037, “Lei que previne e sanciona a violência nos espetáculos esportivos”.

Todas de Capa – Caderno 1

Compartilhe esta notícia:

A tensão pré-menstrual pode ser confundida com depressão
Presidente do Supremo nega pedido de revogação e mantém ordem dada ao Banco Central para entregar dados fiscais de 600 mil brasileiros
Deixe seu comentário
Pode te interessar