Últimas Notícias > CAD1 > Jogando fora de casa, o Inter enfrenta nesta quarta-feira o Bahia com o desafio de manter no segundo turno do Brasileirão a boa campanha colorada

Juventude lança filme oficial sobre os mais de 100 anos do alviverde

(Foto: Divulgação)

Para celebrar mais de cem anos de história, o Esporte Clube Juventude acaba de lançar o filme/documentário: “100 anos de Papada”. Com direção do cineasta Airton Soares, da CDI Filmes, e pesquisa histórica do médico e escritor, Francisco Michielin, o documentário conta desde a fundação do clube, passando pela construção do estádio Alfredo Jaconi, os principais títulos e jogos, até os dias de hoje. Tudo ilustrado com depoimentos marcantes de jogadores e técnicos eternizados na história do alviverde serrano. Além de entrevistas com presidentes e torcedores ilustres marcados na trajetória da nação jaconera.

“O filme fará uma viagem ao passado e um passeio pelo presente do Juventude, apresentando imagens aéreas, fotografias, filmes antigos, a evolução dos fardamentos, as equipes e campeonatos disputados, a construção do estádio, as personalidades mais importantes desta história, os contos e lendas da torcida. Além dos depoimentos emocionantes de personalidades, historiadores e torcedores que fizeram o clube ontem e hoje”, destaca o diretor do filme Airton Soares.

Mais de 70 pessoas foram entrevistas para ajudar a contar a história do clube caxiense, fundado em 29 de junho de 1913. Entre elas, personalidades marcantes como os técnicos Felipão, Walmir Loruz e Antônio Carlos Zago, os zagueiros Tiago Silva e Dante e o pentacampeão Cafú. Destaque também para a participação do volante Lauro, o Laurinho Guerreiro, um grande símbolo do Juventude. Criado na base alviverde desde os 14 anos, o jogador de Alegrete é o atleta que mais vestiu a camisa do clube: foram 572 vezes.

Entre os entrevistados também estão depoimentos de dirigentes eternizados na história do clube como Raimundo Demore, o atual presidente Roberto Tonietto e Carlito Chies, que ajudaram a contar a história deste clube centenário. O filme também conta com o testemunho das arquibancadas onde torcedores ilustres como Jose Clemente Pozenato, Kalil Sehbe, Pepe Vargas e Jose Ivo Sartori relatam suas emoções.

Viabilizado a partir de recursos provenientes da Lei do Audiovisual, o filme não teve custo nenhum para os cofres do clube. “Esse documentário é um presente de aniversário da direção do Juventude para os torcedores na semana que o clube completa 105 anos.”, destaca o diretor do filme.

Com 84 minutos de duração, a execução do filme contou com a participação de mais de 54 profissionais, que buscaram eternizar nas telas momentos como aquele 0 a 0 contra o Botafogo no Maracanã lotado, que deu ao alviverde de Caxias do Sul o título da Copa do Brasil, maior conquista do clube e que o levou a uma inédita Libertadores, em 2000.

A exibição do filme para o público deve acontecer após o término da Copa do Mundo, em datas a serem definidas, além da comercialização dos DVDs nas lojas oficiais do Juventude.

Deixe seu comentário: