Últimas Notícias > Colunistas > Da arte da espada

Com uma atuação apagada de Neymar, o Paris Saint-Germain perdeu de virada para o Real Madrid de Cristiano Ronaldo na Liga dos Campeões

Cristiano Ronaldo marcou dois gols para os espanhóis. (Foto: Reprodução)

O PSG (Paris Saint-Germain) saiu na frente e foi melhor, mas o Real Madrid mostrou a sua força em casa e venceu por 3 a 1, de virada, o confronto de ida das oitavas-de-final da Liga dos Campeões da Europa. Neymar teve uma atuação apagada e viu de camarote a excelente atuação do português Cristiano Ronaldo.

No jogo mais esperado da temporada até então, o destaque no estádio Santiago Bernabéu ficou por conta do lateral-esquerdo Marcelo, o melhor em campo e que assinou o segundo gol. Já Cristiano Ronaldo marcou duas vezes. Pelo lado dos franceses, quem colocou a bola no fundo das redes foi Adrien Rabiot.

As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 6 de março, às 16h45min. O duelo entre os gigantes será realizado no Parque dos Príncipes, na capital francesa, valendo vaga nas quartas-de-final da mais importante competição continental de futebol.

O jogo

Os madrilenhos começaram o confronto com mais foco, porém os parisienses equilibraram o controle na faixa dos 13 minutos, apostando na troca de passes e posse de bola. No entanto, as equipes encontraram muita dificuldade para criar chances de perigo na frente do gol.

Apostando mais pelo lado esquerdo, o PSG abriu o placar em uma jogada com Mbappé pela direita. Aos 33 minutos, o jovem francês cruzou, o uruguaio Cavani passou pela bola, Neymar dividiu com Nacho e Rabiot, vindo livre de trás, aproveitou para chutar forte e marcar.

Depois disso, o jogo ficou mais aberto. Um pouco mais afobado em campo, o Real Madrid chegou ao empate em um lance infantil de Lo Celso. Aos 43, o argentino cometeu falta boba em Kroos dentro da área e o árbitro assinalou a penalidade. Na cobrança, Cristiano Ronaldo bateu com força, no canto, igualando o escore.

A segunda etapa mostrou um jogo mais estudado, com posse de bola equilibrada e um lance polêmico, em que o Paris pediu mão na bola de Sergio Ramos na área, mas o juiz nada marcou. Mesmo assim, o técnico Unai Emery apostou na entrada de Meunier no lugar de Cavani, movendo Dani Alves para o meio, e tomou conta da partida, embora colocando o time para trás e vendo os jogadores pecarem nas finalizações.

Quem não faz, leva: as mudanças do comandante Zinedine Zidane no time dono da casa fizeram efeito. Aos 38 minutos, Asensio armou a jogada pela ponta esquerda e cruzou. Aréola até cortou, mas a bola bateu no joelho de CR7 para entrar e colocar os madrilenhos na frente. O terceiro gol saiu logo depois, aos 41, dos pés de Marcelo, confirmando a vitória do atual campeão do mundo de clubes da Fifa (a federação internacional de futebol).

Neymar X Cristiano Ronaldo

Apesar de CR7 ter feito dois gols, ele e Neymar deixaram a desejar em campo. Enquanto o brasileiro parecia querer resolver sozinho e errou muito (sobretudo no primeiro tempo, ficando mais apagado no segundo), o português ainda não encontrou seu melhor futebol na temporada.

Nas duas vezes que marcou, Cristiano teve a ajuda da sorte. Primeiro, com o pênalti sofrido por Kroos – sem deixar de valorizar, é claro, a ótima cobrança. Depois, em uma bola que bateu em seu joelho para entrar e garantir a virada. Saldo mais positivo, entretanto, para o atual melhor do mundo.

Com o desempenho efetivo dessa quarta-feira, Cristiano Ronaldo se tornou o primeiro jogador a fazer 100 gols por um único clube na Liga dos Campeões. O argentino Lionel Messi, do Barcelona, vem em segundo, com 97.

Escalações

O Real Madrid do técnico Zinedine Zidane colocou em campo Navas, Nacho, Varane, Ramos, Marcelo, Casemiro (Lucas Vázquez), Modric, Kroos, Isco (Asensio), Benzema (Bale) e Cristiano Ronaldo.

Já o Paris Saint-Germain, sob o comando, de Unai Emery, escalou Areola, Daniel Alves, Marquinhos, Kimpembe, Berchiche, Verratti, Lo Celso (Draxler), Rabiot, Mbappe, Cavani (Meunier) e Neymar.

Deixe seu comentário: