Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Quase dois meses após a cirurgia na próstata, Michel Temer passa por novos exames. Conforme os médicos, ele se recupera bem

Novo golpe virtual oferece um falso desconto no Uber para roubar os dados de usuários

Golpe rouba dados pessoais e financeiros. (Foto: Reprodução)

Não é apenas o WhatsApp que tem sido usado como isca para ameaças na internet. Cibercriminosos estão disseminando um falso cupom do Uber, com um suposto desconto de R$ 100, para roubar dados pessoais e financeiros das vítimas.

O golpe foi identificado recentemente, segundo a empresa de segurança digital Eset, e segue afetando mais de 40 mil usuários.

Ao acessar o link enviado por e-mail, a vítima é redirecionada para uma página na qual é induzida a cadastrar-se no Uber para receber o desconto. Quando clica no suposto botão de cadastro, o usuário é redirecionado para uma página com visual semelhante ao do Uber, onde são pedidos dados pessoais como nome, CPF, telefone e dados do cartão de crédito.

Ao completar os dados, uma mensagem pop-up confirma o “sucesso no cadastro” e redireciona a vítima para a página oficial de login do Uber.

Como se precaver

Segundo a Eset, o usuário deve instalar programas proativos de segurança no computador, celulares e tablets, além de realizar boas práticas de navegação que incluem não divulgar dados pessoais e financeiros sem ter certeza do destinatário, duvidar de promoções muito vantajosas e nunca clicar em links ou anexos de emails sem verificar sua procedência.

Outra dica é desabilitar o carregamento automático de macros e conteúdo externo, pois esse é um vetor de ataque frequentemente utilizado para executar códigos maliciosos nos computadores das vítimas.

Outras dicas

Novos golpes circulam na praça a todo momento com as mais diversas tecnologias. O Uber atualmente é uma delas. E não é o caso de motoristas que resolveram dar uma volta a mais ou coisas relacionadas, mas sim hackers clonando contas de usuários e, consequentemente, gerando cobranças indevidas no seu cartão de crédito.

Como isso é possível, uma vez que nesses casos os aparelhos das vítimas não foram roubados, nem o dos motoristas? Hackers conseguem acessar essas credenciais de inúmeras formas. Contudo, o caminho é o mesmo: as pragas virtuais. Ou seja, através da infecção de malwares; programas maliciosos que se instalam no dispositivo e phising; falsos links dos quais a vítima fornece seus dados pessoais aos hackers.

Em virtude dos fatos apresentados é preciso que as pessoas fiquem alertas. O primeiro é para sempre ficar atento as notificações de Uber e, obviamente, a fatura do seu cartão de crédito. A segunda e mais importante é válida não somente para esse caso, mas para qualquer tipo de ataque virtual: sempre desconfie de mensagens com links suspeitos e, também, utilize uma senha forte, se possível com dupla verificação.

Senha forte

Por segurança, a recomendação é sempre utilizar palavras-chave diferentes em todos os serviços. Mas as pessoas têm preguiça de inventar códigos novos o tempo todo.

Foi detectado que 91% das pessoas conhece o risco de reutilizar senhas em mais de um serviço, mas 61% admitiu fazê-lo. Ou seja, os usuários repetem palavras-chave cientes do perigo que isto representa.

E só 29% afirmou mudar as senhas ocasionalmente por questões de segurança. E sbae qual é o principal motivo para que os usuários troquem a palavra-chave? Esquecimento. Os usuários esquecem a senha e acabam trocando para poder acessar o serviço. Talvez isto explique o reúso das palavras-chave.

Mas, como conhecem os riscos, os usuários não são lá tão descuidados. A maioria prioriza senha diferente para serviços financeiros (69%), enquanto sites de e-commerce (43%), mídias sociais (31%) e entretenimento (20%) ficam menos seguros.

O problema de utilizar palavras e datas ou informações fáceis de lembrar e relacionadas a você é que todas podem ser facilmente obtidas na rede. Ou por uma pessoa que te conheça bastante. Como sempre, a orientação é de usar letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos, sempre de maneira alternada.

Deixe seu comentário: