Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Pastor se diz ex-gay, curado graças a Deus e a terapia de reversão

ONU conclui relatório sobre jornalista morto

O assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi, foi planejado por membros do governo de seu país, concluiu um relatório preliminar da investigação da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre o caso. Ferrenho crítico do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, ele foi morto e provavelmente esquartejado no consulado do país em Istambul (Turquia) em outubro de 2018.

Deixe seu comentário: