Últimas Notícias > Colunistas > Armando Burd > Calendário se move

Orçamento gaúcho para 2019 prevê déficit de R$ 6,8 bilhões

Lei Orçamentária de 2019 foi encaminhada à Assembleia. (Foto: Divulgação)

A Lei Orçamentária de 2019 entregue ontem pelo governo do Estado à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul serve de alerta ao próximo governador, seja ele quem for. Elaborada entre os chefes de todos os Poderes, a LDO determina as bases para organização dos orçamentos anuais. O projeto de lei estima para o ano que vem R$ 49,9 bilhões em receitas e R$ 56,7 bilhões em despesas, o que acarreta um déficit orçamentário de R$ 6,8 bilhões.

O procurador e o PSOL

Informação da coluna Radar, da Veja: o procurador do Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro Rodrigo Carelli desenvolve atividade político-partidária pelo PSOL, prática proibida pela Constituição para agentes públicos.

Carelli tentou acabar com o Uber no Rio em outra ocasião e não faz segredo de sua militância pelo PSOL. Há registros de palestras organizadas pela legenda das quais ele participou, além de rubricado um abaixo-assinado partidário.

Os atrativos do PSB

Continua a busca pelos pré-candidatos a presidente de uma aproximação com o PSB mesmo depois que o partido perdeu os 10% de Joaquim Barbosa.

Há um dado importante, considerado por pré-candidatos: o PSB dispõe de um cobiçado tempo de TV, palanques regionais importantes (o partido hoje governa cinco Estados), e ainda a possibilidade de acordos locais. Além do fato de ter sido menos atingido pela Lava-Jato.

PMDB confirma o novo presidente da Famurs

Será Antonio Cettolin, prefeito de Garibaldi, o novo presidente da Famurs. Ele ganhou a disputa interna e assume em julho a presidência da federação dos municípios.

Greve dos fiscais da Receita Federal

A greve dos fiscais da Receita Federal traz preocupação e evidentes prejuízos a diversos setores da economia. Ontem, a Associação Comercial e Industrial de Novo Hamburgo encaminhou carta ao presidente Michel Temer para protestar contra a greve de 30 dias decretada pelos fiscais da Receita Federal.

Fontana critica projeto dos agrotóxicos

O deputado Henrique Fontana (PT) critica o projeto em tramitação na Câmara Federal PL 6299/2002, que permite a ampliação do uso de agrotóxicos no País. Segundo ele, o projeto, se aprovado, trará retrocessos do mais alto impacto para a saúde pública, para a agricultura e para os interesses econômicos do Brasil. “É, literalmente, voltar 20 anos em dois. Nenhum País do mundo aprovou proposta semelhante, com tanta liberdade para o uso do veneno”, criticou.

Desempenho dos alunos do ensino médio

A primeira avaliação do ensino médio realizada pela Secretaria da Educação do Estado apresentou resultados interessantes, obtidos com 1.733 estudantes ingressantes no primeiro e segundo ano do ensino médio. A avaliação envolveu 12 escolas contempladas no Programa de Fomento à Implantação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, do governo federal. O nível de conhecimento do aluno foi testado em uma prova de Língua Portuguesa e Matemática e o rendimento será acompanhado a cada três meses. No primeiro ano, o aproveitamento nas questões de Português foi de 57,2%, e 43,5% em Matemática. Já no segundo ano, o índice foi de 62,4% e 46,4%, respectivamente.

 

Deixe seu comentário: