Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Emocionado, Messi se despede do Barcelona e confirma negociação com o Paris Saint-Germain

Compartilhe esta notícia:

Messi discursou em meio aos 35 troféus que ele conquistou no clube

Foto: Twitter/FC Barcelona
Messi discursou em meio aos 35 troféus que ele conquistou no clube. (Foto: Twitter/FC Barcelona)

Após mais de 20 anos jogando no Barcelona, Lionel Messi se despediu do clube catalão neste domingo (08). Em uma emocionante entrevista coletiva no Camp Nou, o craque argentino, chorando, explicou porque não conseguiu seguir na equipe e confirmou o interesse do PSG (Paris Saint-Germain) e de outros times.

Do lado de fora do estádio, centenas de torcedores fizeram vigília para tentar, pela última vez, ver o maior maior ídolo do Barça. Messi, entretanto, chegou em um carro e foi direto para o auditório, que estava ornado com os 35 troféus que ele conquistou no clube.

“Bom dia! Não sei se vou conseguir falar. Nos últimos dias estive pensando, me perguntando o que poderia dizer. Isso é muito difícil para mim depois de uma vida inteira. Eu não estava preparado. No ano passado, quando estourou a bagunça do Burofax, eu estava preparado, eu sabia o que tinha a dizer. Mas este ano não. Estava convencido de que continuaria aqui, em casa. É o momento mais difícil da minha carreira”, disse Messi com a voz embargada pelo choro e enxugando as lágrimas com um lenço.

E não somente Messi estava emocionado. No auditório, familiares, jornalistas, amigos, ex-jogadores e atletas do atual time do Barcelona, como Jordi Alba, Ter Stegen, Piqué e Busquets, também não seguraram as lágrimas.

“Nunca imaginei minha despedida, mas não teria imaginado assim. Eu gostaria de ter feito isso no campo, de ter ouvido os últimos aplausos. Senti saudades do público na pandemia, de poder comemorar um gol com eles. Estou saindo deste clube sem vê-los há mais de um ano e meio. Se eu tivesse imaginado, teria sido com o estádio lotado. Aconteceu assim e, repito, agradeço o carinho de todos esses anos. Passamos bons e maus momentos, mas o carinho sempre foi o mesmo. Reconhecimento e amor. Sempre amarei este clube. Espero poder voltar em algum momento para fazer parte deste clube. Espero poder contribuir com algo para que este continue a ser o melhor clube do mundo. Tenho certeza que esqueci um monte de coisas, mas é o que posso dizer agora”, completou Messi.

Por obstáculos com o limite salarial da La Liga e dificuldades financeiras, o Barcelona anunciou na semana passada que não pôde acertar a renovação de contrato com o jogador. E Messi, na coletiva, ratificou as palavras do presidente Joan Laporta sobre sua saída.

“Acho que Laporta já disse tudo que tinha para dizer. Tudo estava resolvido, mas por causa da questão da La Liga, não pôde ser feito. Não há nada mais do que isso. Tínhamos tudo combinado. Fiz tudo o que era possível para continuar. Estou muito triste por sair deste clube que amo e em uma altura que não esperava. No ano passado, quis ir embora, não neste. Por isso, a tristeza”, salientou Messi, que disse não ter nenhum problema com Javier Tebas, presidente da La Liga.

Perguntado sobre o interesse do PSG, Messi confirmou que está em negociação com o clube de Neymar, Mbappé e companhia. “Bem, o PSG é uma possibilidade. Neste momento, não tenho nada combinado com ninguém. Vários clubes se interessaram e ainda não há nada fechado. Estamos conversando, obviamente”, disse Messi.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Porto Alegre mantém vacinação contra o coronavírus para pessoas com 26 anos ou mais nesta segunda
Após pane e apreensão na comunidade acadêmica, plataforma de currículos de pesquisadores é restabelecida
Deixe seu comentário
Pode te interessar