Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Reforma da Previdência será votada em 1º turno nesta terça

Apple vai permitir que assistências independentes adquiram peças originais para consertos de iPhones

(Foto: Reprodução de internet)

A Apple tem um amplo histórico de não ser muito simpática à ideia de que outras empresas consertem seus smartphones. Porém, isso pode estar mudando.

Algumas poucas empresas de reparos terceirizados até então eram privilegiadas com a oportunidade de adquirirem peças originais da Maçã para promoverem os serviços de manutenção. Elas fazem parte do programa de Provedores de Serviço Autorizado, que bem, cobra delas uma taxa para que possam ter a oportunidade de realizarem essas compras.

Isso está mudando, e nos Estados Unidos a gigante de Cupertino permitirá que reparos terceirizados também comprem peças originais. Para isso, precisarão fazer um curso de manutenção, e depois poderão adquirir ferramentas como manuais, telas, baterias, e produtos de diagnósticos para iPhones e outros dispositivos.

Segundo um documento ao qual o iFixit teve acesso, uma bateria original poderá custar entre US$ 16 e US$ 33, valores bem razoáveis. Porém, telas e outros componentes poderão ter preços exorbitantes que ultrapassam os valores de iPhones seminovos, mostrando que mesmo recorrendo a um serviço alternativo de manutenção, usuários que desejarem peças originais deverão continuar pagando caro pelo serviço.

A Apple deverá limitar que tipos de componentes poderão ser comprados, fazendo com que os serviços de reparo que comprem suas peças possam promover ajustes mais simples nos eletrônicos. Reparos complexos, por exemplo, deverão ser encaminhados a um centro de serviço da Maçã, ou então seguirão sendo promovidos com peças de terceiros.

Apple Event

As expectativas para os usuários dos produtos da Apple não poderiam estar mais altas. Nesta terça-feira (10), às 14h (horário de Brasília), a empresa apresentará seu novo iPhone em um evento exclusivo.

Há uma série de boatos e informações sobre o lançamento, que, de acordo com fontes confiáveis, terá modelos que substituirão os iPhones XS, XS Max e XR, revelados em 2018. Além disso, uma de suas maiores novidades deverá ser a câmera traseira tripla. Mas as perspectivas positivas por anúncios não param por aí.

Como a Apple também produz outros aparelhos e dispositivos móveis, há expectativas com relação a Apple Watch, Apple TV, além dos novos softwares que foram anunciados pela empresa neste ano. Há a possibilidade, inclusive, de novidades com relação aos MacBooks.

Apesar disso, as maiores expectativas estão no iPhone 11, que foi batizado assim pelos fãs, mas provavelmente não terá esse nome. O aparelho também deverá ter uma grande evolução em sua capacidade de processamento, além de maior rapidez.

Deixe seu comentário: