Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Preço médio da gasolina nas bombas cai pela décima semana consecutiva

A Seleção brasileira venceu por 3 a 1 a República Tcheca antes da convocação para a Copa América

Richarlison comemora com Firmino um dos gols da seleção brasileira sobre a República Tcheca. (Foto: Reprodução)

No último teste antes da convocação para a Copa América, a Seleção Brasileira venceu a República Tcheca de virada, por 3 a 1, nesta terça-feira (26), em Praga.

Firmino e Gabriel Jesus (duas vezes) marcaram os gols da vitória brasileira, a primeira em 2019. O tcheco Pavelka havia aberto o placar ainda no primeiro tempo.

Na última sexta-feira (23), a equipe do técnico Tite estreou neste ano e apenas empatou em 1 a 1 com o Panamá, no Porto.

Tite anunciará os convocados para a Copa América, que acontece no Brasil, no próximo dia 17 de maio.

Antes do início da competição, a seleção ainda terá mais dois amistosos, já com a lista de atletas que o treinador levará para o torneio. Em 5 de junho, a equipe enfrentará o Catar, no Maracanã. No dia 9, rival ainda desconhecido, no Beira-Rio.

Já na Copa América, o Brasil estreia no dia 14 de junho, contra a Bolívia, no Morumbi. Ainda pela fase de grupos, enfrenta a Venezuela, no dia 18, na Arena Fonte Nova, e o Peru, no dia 22, na Arena Corinthians.

Primeiro tempo

Um horror o primeiro tempo da seleção brasileira. Individualmente, alguns jogadores estiveram irreconhecíveis, especialmente no sistema defensivo. Casemiro errou demais e, após tentativa de corte de Allan, a bola passou entre as pernas de Marquinhos e sobrou para Pavelka acertar o canto de Alisson (foto). No ataque, o Brasil também foi uma nulidade. Firmino pouco pegou na bola e nem a inversão de lados entre Coutinho e Richarlison impediu uma atuação para ser completamente apagada.

Segundo tempo

O Brasil voltou com Everton no lugar de Paquetá e o 4-2-3-1 em vez do 4-1-4-1. Empatou logo, ainda sem jogar bem, mas com atitude. Firmino pressionou e contou com falha bizarra da zaga tcheca para empatar. Tite mal comemorou. Preferiu agir, e agiu bem. Colocou David Neres e Gabriel Jesus nos lugares de Richarlison e Coutinho. Mais veloz, leve, com Everton na esquerda e Neres na direita, o gol se tornou questão de tempo. Primeiro, Neres tabelou com Arthur e perdeu cara a cara com Pavlenka, que fez boa defesa. Depois, recebeu de Danilo em contra-ataque rápido e deixou Gabriel Jesus com gol aberto para virar o jogo.

Atuações

Entradas de Gabriel Jesus, David Neres e Everton dão vitória à Seleção contra os tchecos. Paquetá, Casemiro e Richarlison ficam abaixo da média.

Deixe seu comentário: